Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(67) 9860-3221

Pagamento por serviços ambientais é necessário

22 fevereiro 2013 - 13h30

Quando o assunto é a economia verde como modelo sustentável, as opiniões se divergem. Para Ademar Romeiro, economista da Unicamp e membro do Núcleo de Economia Agrícola e Meio Ambiente, o crescimento econômico implica sempre em algum impacto no meio ambiente. No entanto, existem formas de minimizar esse impacto e é para isso que os produtores devem atentar. Por outro lado, tecnologias e projetos que visam produzir com sustentabilidade podem ser menos lucrativos e até causar prejuízos ao produtor. Por isso, muitos especialistas defendem o pagamento por serviços ambientais, visto que seria um reconhecimento do serviço prestado a toda a sociedade.

"Não existe a possibilidade de continuar crescendo sem algum impacto. O que se pretende com a economia verde é possibilitar que os países pobres ou emergentes que precisam crescer possam fazê-lo de maneira menos impactante. É possível fazer isso, pois existem opções tecnológicas que reduzem a quantidade de emissões de resíduos por unidade de produto", afirma o economista.

Para ele, o sistema agrossilvipastoril, por exemplo, é importante dentro do conceito economia verde. Em primeiro lugar porque se trata de um setor que produz matérias-primas e alimentos de maneira renovável.

"O petróleo, matéria-prima não renovável, ao ser queimado ou usado, provoca um grande impacto, seja em termos de aquecimento global, seja em termos de produtos poluentes jogados ao meio ambiente. Então, a substituição de matérias-primas não renováveis por renováveis implica no menor impacto ambiental", explica.

Em segundo lugar, Romeiro diz que a produção dos renováveis tem que ser sustentável, ou seja, deve continuar sendo renovável. De acordo com ele, ao realizar uma produção vegetal ou animal sustentável, não só possível conservar o ambiente agrícola em longo prazo, mas também produzir serviços ecossistêmicos que beneficiam a todos.

O economista fala também sobre o princípio de precaução e prevenção, princípios estes que têm como objetivo mensurar o risco ambiental de determinado projeto, permitindo assim que o produtor tome as medidas preventivas necessárias ou ainda prevenir o avanço de determinado projeto em situações de risco.

"Existe um risco ambiental que pode ser mensurado probabilisticamente. Nesse caso, não é preciso falar em precaução porque é possível tomar medidas de prevenção e não de precaução. O termo precaução, que deu origem ao princípio da precaução, se refere a situações de risco onde não é possível estimar probabilisticamente a gravidade do risco. Nesse caso, o princípio da precaução diz que é necessário não avançar", conta.

Pagamentos por serviços ambientais

Quando o assunto é o pagamento por serviços ambientais, Romeiro tem opinião definida. Para ele, esse é um importante instrumento econômico de política ambiental porque um agricultor que cumpre as regras de uma agricultura sustentável pode ter certos custos extras que deveriam ser arcados, em parte, pela sociedade.

"Isso porque não é somente o agricultor quem se beneficia, mas sim a sociedade como um todo. Além disso, muitos desses custos os quais ele terá, não são possíveis recuperar com o preço de venda de seu produto. Assim, ele pode ir à falência caso tenha que arcar sozinho com esses recursos. O pagamento por serviços ambientais é um reconhecimento por parte da sociedade de que o produtor produz benefícios para a sociedade e é, dessa maneira, remunerado pelos serviços que presta", conclui o palestrante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Aced quer prorrogação de pagamento de tributos municipais
POLÍTICA
Governo anuncia acordo para adiar por 60 dias reajuste dos remédios
RIO BRILHANTE
Homem tenta agredir esposa por ela não ter dinheiro para comprar pinga
NEGOCIAÇÃO
Concessionária vai parcelar conta de energia em até 12 vezes
CORONAVÍRUS
Familiares de idosa que morreu em Dourados estão sendo monitorados
AVANÇO DO COVID-19
Brasil registra 42 novas mortes e chega a 201; casos confirmados são 5,7 mil
DOURADOS
STJ não vê risco a investigação e concede habeas corpus a ex-secretário
BRASIL
Receita libera entrada de 500 mil testes de Covid-19 em tempo recorde
MATO GROSSO DO SUL
Vítima fatal do coronavírus foi infectada por irmã que esteve na Bélgica
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO
No dia da 1ª morte, MS tem mais quatro casos positivos de coronavírus

Mais Lidas

FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta