Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Banco da Gente orienta empreendedores sobre serviços de microcrédito

07 janeiro 2010 - 15h45

Para quem quer iniciar o novo ano com seu próprio negócio em 2010, o Banco da Gente, instituição de microcrédito que visa desenvolver os pequenos empreendimentos está funcionando diariamente em diversas cidades do Estado.

Existente há 11 anos, a instituição de microcrédito, ligada à Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setass) atualmente trabalha com três linhas principais de crédito: capital de giro, investimento fixo ou misto. Além disso, há linhas especiais para mototaxistas, apicultores, microempreendedores individuais (MEI), trabalhadores dos camelódromos de Campo Grande e Dourados e linha especial para economia solidária. Todas com uma taxa de juros de 2% ao mês, exceto para descontos em cheque.

"O objetivo principal do Banco da Gente é o desenvolvimento dos pequenos empreendimentos, e não somente emprestar dinheiro" comenta o diretor-geral, Márcio Laabs. O diretor destaca que o banco não empresta só o dinheiro, mas faz um acompanhamento regular. "Depois de concedido o empréstimo, a instituição acompanha mensalmente os micro-empresários" completa.

O Banco da Gente atende em 18 cidades do Estado, com 17 pontos fixos. Na capital, o Banco da Gente fica localizado na Rua 14 de Julho, número 992. Para mais informações, o telefone é 3320-1450, ou pelo site, www.bancodagente.ms.gov.br

Orientações

Segundo informações do Banco da Gente, para obter um empréstimo na instituição, o primeiro passo é o cliente saber exatamente as suas devidas necessidades. Depois de saber o que precisa, o cliente pode procurar a instituição e lá ele terá um atendimento individual, com um profissional agente de crédito. Se o cliente já possui um negócio, o agente de crédito faz um acompanhamento de perto e, se formalizada a proposta, o empréstimo é concedido.

O Banco da Gente trabalha com três principais linhas de crédito:

Capital de Giro: O valor é utilizado para aquisição de mercadorias ou revenda de matérias primas. Para o empreendedor informal, o valor máximo de empréstimo é R$ 3 mil e o prazo mínimo são de 15 meses sem carência. Já para o empreendedor formal, o valor máximo concedido é de R$ 5 mil e o prazo também é de 15 meses, sem carência.

Investimento Fixo: Valor utilizado para a aquisição de máquinas ou para a construção e expansão física do negócio. Para o empreendedor informal, o valor máximo é de R$ 5 mil, e o prazo é de 24 meses, com até três meses de carência. Já para o empreendedor formal são concedidos até R$ 8 mil, com prazo de três meses de carência

Investimento Misto: Crédito misto, sendo parte do capital de giro e outra parte do investimento fixo. Para o empreendedor informal, o valor é de até R$ 6 mil, tendo como prazo máximo 24 meses. Já para o empreendedor formal, o valor é de R$ 10 mil, com prazo de 24 meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Quinta Turma dará mais publicidade aos processos levados em mesa para julgamento
BRASIL
Câmara pode votar Lei de Emergência Cultural na próxima terça-feira
BRASIL
Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país
STJ
Juiz deverá aplicar medidas coercitivas a familiares que se recusam a fazer DNA, sejam ou não parte na investigação de paternidade
STF
Empresas optantes pelo Simples têm direito a imunidades em receitas decorrentes de exportação
MINISTRO
Weintraub: “tentam deturpar minha fala para desestabilizar a nação”
DIA MUNDIAL
Situação de stress social pode ser gatilho para quem tem esquizofrenia
ESTADO
Canil do Corpo de Bombeiros participa de ocorrências no interior e na capital
ESPORTE
Beach Handebol brasileiro busca alternativas para se manter no topo
INTERIOR
Com peças de Lego, alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus

Mais Lidas

PANDEMIA
Números continuam aumentando e Dourados tem mais nove casos confirmados de coronavírus
TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
DOURADOS
Servidor da PED é diagnosticado com coronavírus e outros agentes são afastados