domingo, 14 de agosto de 2022
Dourados
33°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Trabalho não mata, mas faz mal à saúde

05 setembro 2004 - 22h08

O trabalho pode nunca ter matado ninguém, mas o excesso dele parece estar arruinando a saúde de boa parte dos americanos e provocando aos Estados Unidos gastos da ordem de 300 bilhões de dólares por ano. É o que mostra uma pesquisa publicada neste domingo pelo jornal New York Times, segundo a qual 62% dos americanos entrevistados disseram que o volume de trabalho aumentou nos últimos seis meses e 53% disseram sentir-se excessivamente cansados e sobrecarregados. Várias pesquisas já relacionaram o estresse a doenças cardíacas, diabetes e enfraquecimento do sistema imunológico.Agora, os pesquisadores começam a descobrir que o aumento do estresse no trabalho e a instabilidade no emprego têm impacto direto na saúde do empregado e, conseqüentemente, nos resultados financeiros das empresas. Práticas como redução de funcionários, cortes de gastos e aumento da produtividade, que por tempos foram sinônimo de crescimento dos lucros, parecem estar se tornando sinônimo de custos adicionais para os patrões. De acordo com a pesquisa do Instituto de Estresse de Nova York, estresse provoca gastos da ordem de 300 milhões de dólares por ano, em tratamentos médicos, dias de trabalho perdidos e paliativos, como calmantes. Cálculos do Instituto Americano de Saúde e Trabalho, pessoas que se queixam de estresse chegam a custar 46% mais caro para as empresas. O aumento do estresse no trabalho parece não ser um fenômeno tipicamente americano. Na Inglaterra, doenças relacionadas ao estresse chegam a custar 13 milhões de dias de trabalho por ano. “O problema ocorre em todo o mundo”, disse ao NYT o médico Guy Standing, autor de relatório da agência internacional de trabalho da ONU.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motociclista morre após colidir contra veículo que fazia conversão
SIDROLÂNDIA

Motociclista morre após colidir contra veículo que fazia conversão

EDUCAÇÃO

MEC prorroga prazo para comprovação de informações do Prouni

Bolsonarista vai para a cadeia após Justiça revogar prisão domiciliar
ASSASSINATO DE PETISTA

Bolsonarista vai para a cadeia após Justiça revogar prisão domiciliar

Dono de chácara é indiciado e multado por extração ilegal de minério

Dono de chácara é indiciado e multado por extração ilegal de minério

LIMINAR

Justiça manda YouTube excluir vídeos de caça de animais silvestres

Briga entre vizinhos termina com disparo contra caminhonete

JUDICIÁRIO

STF derruba regra do TST com punição para férias pagas em atraso

Após sete horas, polícia captura rapaz armado que entrou em surto

ARTIGO

E a economia, quem diria? O Brasil pode dar certo!, por Rodolpho Barreto

VIOLÊNCIA

Rapaz de 28 anos é esfaqueado no peito e morre em hospital

Mais Lidas

DOURADOS

Acusado de raptar a ex e trocar tiros com a polícia tem alta e é levado para delegacia

DOURADOS

Homem que trocou tiros com a polícia na Linha do Potreirito havia sequestrado a ex

EMBRIAGUEZ

Caminhonete ocupada por cinco jovens capota na BR-376

DOURADOS

Douradense contaminado com "varíola dos macacos" viajou para o Paraguai recentemente