Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE & BEM - ESTAR

Saúde dos olhos; saiba como não prejudicar a visão no home office

21 julho 2021 - 10h05Por MSN

O modelo de trabalho remoto passou de 3 a 12% durante a pandemia, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Covid-19 (PNAD), do IBGE. Apesar de diversos lados positivos que o home office traz, como o fato de poder ficar mas em tempo em casa, não acordar cedo para ir trabalhar em outra cidade, mas ele também pode causar algumas complicações a saúde.

De acordo com o Dr. Leôncio Neto, oftalmologista do Instituto Penido Burnier, o olho é o órgão mais afetado pelo trabalho online. Isso porque, é bombardeado por 16,7 milhões de cores geradas pelas telas. Toda a variação de luminosidade sobrecarrega a musculatura que regula a entrada de luz até a retina, nervo óptico e cérebro onde se formam as imagens.

“Quem permanece muitas horas no trabalho, reuniões ou treinamentos online, bem como a rotina de enviar e-mails e mensagens no WhatsApp, tem olho seco evaporativo, uma vez que piscamos 20 vezes/minuto. Na frente dos monitores de 6 a 7 vezes”, afirma.

Significa que a cada 20 minutos de trabalho em frente a tela piscamos entre 120 e 140 vezes, enquanto normalmente piscaríamos 400 vezes. “O resultado é a fadiga visual ou síndrome da visão no computador que além do olho seco, provoca vermelhidão, visão embaçada e dor de cabeça”, explica o oftalmologista.

O especialista ressalta que as telas eletrônicas dificultam manter o foco dos olhos porque as imagens e textos são formados por pixels que têm o centro mais brilhante que as bordas. Para diminuir o desconforto é necessário usar colírio lubrificante até 4 vezes ao dia.

Se ainda assim a visão embaçada persistir, o oftalmologista afirma que é necessário passar por uma avaliação oftalmológica completa para checar alguma mudança no grau dos óculos ou outras alterações que interferem na lágrima. “Há casos em que é indicado o implante de um plugue para manter a lágrima na superfície do olho ou aplicações de luz pulsada para estimular a produção da camada lipídica da lágrima", esclarece o médico.

Síndrome cresce após os 40 anos

O oftalmologista afirma que a partir dos 40 anos, cerca de 90% das pessoas têm a síndrome da visão no computador. O aumento é causado pela presbiopia ou dificuldade de enxergar de perto, decorrente da perda de flexibilidade do cristalino para alternar a focalização das imagens próximas e distantes.

A partir desta idade, além de colírio lubrificante, é indicado o uso de óculos com lentes especiais para meia distância que melhoram o desempenho nas atividades online. Já aos 50 anos quando o cristalino começa amarelar, menos luz azul penetra nos olhos e a visão de contraste diminui.

Por esse motivo, as telas devem ser calibradas com o máximo de contraste. Na faixa dos 60 anos a pupila diminui e reduz ainda mais a luz que chega à retina e se torna necessário três vezes mais iluminação ambiental que uma pessoa com 20 anos.

Como evitar o desconforto durante o trabalho remoto?

As dicas de Queiroz Neto para evitar desconforto nos olhos durante o trabalho online são:

Desviar os olhos da tela a cada 10 minutos para um ponto distante;

Piscar voluntariamente;

A cada 20 minutos olhar para um ponto distante por 20 segundos;

Posicionar a tela 20 graus abaixo da linha dos olhos;

Reduzir o brilho e aumentar o contraste da tela;

Manter a distância de 60 cm entre a tela e os olhos;

Evitar excesso e iluminação direta.

Consultoria: Dr. Leôncio Neto, do Instituto Penido Burnier, oftalmologista. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Governo amplia número de vagas do último concurso da Agepen
Passageira dorme em ônibus e só descobre furto das malas na rodoviária
SELIC
Copom eleva juros básicos da economia para 5,25% ao ano
Golpistas que teriam contratado andarilho para sacar empréstimo são presas
LOTERIA
Veja as dezenas do concurso 2.396 da Mega-Sena, prêmio de R$ 46 milhões
FORTALEZA
PF apreende jatinho com mais de uma tonelada de cocaína em aeroporto
NÚMEROS DA PANDEMIA
Sob ameaça da variante delta, Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de Covid
AQUIDAUANA
Padrasto é condenado a 14 anos de prisão após estupro de enteada
FUTEBOL
STJD aceita pedido do Flamengo e libera volta do público aos estádios
BATAYPORÃ
Juiz nega quebra de sigilo bancário de ex-líder do PSL assassinada

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo