Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE & BEM - ESTAR

Retinopatia Diabética: como ocorre e quais são os riscos?

11 novembro 2020 - 08h47Por Instituto Dos Olhos Dourados

O diabetes, quando não controlado, pode afetar muitas áreas do nosso corpo pelo excesso de glicose no sangue, como a disfunção e falência dos rins, do sistema nervoso, do coração e dos vasos sanguíneos. Para além de todos esses possíveis efeitos negativos, outro grande risco é a retinopatia diabética. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil possui 16 milhões de pessoas com diabetes e, de acordo com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, 40% das pessoas com diabetes são afetadas pela retinopatia diabética. 

Para entendermos melhor a doença, é preciso falar sobre a retina e sua importância para nossa visão. A retina é um tecido fino onde a luz captada por nossos olhos é projetada, levando os estímulos ao nosso cérebro através do nervo óptico. Sem a retina, ou quando ela está danificada, perdemos parte ou toda a visão.

A retinopatia diabética afeta os vasos sanguíneos em nossa retina e, em seus estágios iniciais, não causa sintomas, passando despercebida pelo portador da doença, sendo necessária sua detecção por exames, em uma consulta com um médico oftalmologista.

Durante os primeiros estágios da retinopatia, o surgimento dos bloqueios e microaneurismas não causam sintomas e o problema não pode ser identificado pelo portador da doença. Com o tempo, caso o sangue seja liberado pelo rompimento dos novos vasos sanguíneos, que são frágeis, a visão vai se tornando borrada e com muitas “manchas”, até que, nos estágios finais, acabam levando à cegueira. 

A retinopatia diabética também traz consigo outros riscos associados. Os microvasos formados são frequentemente acompanhados de tecido cicatricial, pequenas cicatrizes que, ao se contraírem, repuxam o tecido fino da retina e causam outra perigosa complicação, chamada descolamento de retina, que também pode levar à cegueira. Outra razão pela qual a retinopatia pode levar à cegueira, porque pode levar a um glaucoma. 

A retinopatia diabética e todas as outras complicações associadas a elas podem ser evitadas. Consulte-se anualmente com um médico oftalmologista e fique atento ao controle do diabetes!

Com informações de: CBO - Conselho Brasileiro de Oftalmologia 
Responsável Técnico: Dr. Ajax de Oliveira Leite CRM-MS 3855 / RQE Nº 1686.

Telefone: (67) 3033-9200. | https://www.facebook.com/institutodosolhosdourados/ | instagram.com/institutodosolhosdourados | contato@institutodosolhosdourados.com.br | Rua Mato Grosso , 320 - Jardim Água Boa, Dourados - MS

Leia Também

Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
REGIÃO
Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
EDUCAÇÃO
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
REGIÃO
Homem é preso suspeito de furtar televisores e notebooks de colégio
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
REGIÃO
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
DOURADOS
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
EVENTO
7ª edição da Semana Espírita de Dourados começa nesta terça-feira
REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Dois Ceims suspendem atividades por falta de energia em Dourados
CORUMBÁ
Polícia intervém em briga generalizada que envolvia até menor
IBGE
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
OPERAÇÃO OURO BRANCO
Polícia cumpre 80 mandados contra o tráfico na capital

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia