Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Planos de saúde adaptados ficam 13,11% mais caros

08 julho 2005 - 11h52

Os usuários dos contratos de saúde adaptados para as novas regras do setor terão reajustes de até 13,11% neste ano. O aumento está previsto na resolução 106 da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) do dia 1º de julho.Pelos cálculos da ANS, cerca de 150 mil usuários deverão ter seus contratos de saúde corrigidos pelo novo índice. Esse volume é considerado pequeno perto dos 40 milhões de usuários do sistema --só 0,38% do público total.O índice de até 13,11% atingirá apenas os usuários que tinham contratos antigos --assinados antes de 1999-- mas aderiram no ano passado para as novas regras do setor. Esse público pagou no ano passado 15% para adaptar o contrato antigo para o novo sistema. Como os contratos não podem ter reajustes num prazo inferior a 12 meses, o índice de 11,75% que foi autorizado no ano passado pela ANS para os novos contratos não foi repassado para os adaptados. Neste ano, a ANS autorizou um índice de 11,69% para os contratos novos. Só que os contratos adaptados terão de aumento residual, além desses 11,69%, para compensar os meses em que ficaram sem reajuste em 2004. Esse índice, que irá variar de acordo com o tempo em que o contrato ficou sem reajuste, chegará a 13,11%.A ANS informou que esse índice incidirá sobre o valor cobrado antes da adaptação. Ou seja, um usuário de contrato antigo que pagava uma mensalidade de R$ 100 passou a pagar R$ 115 com a adaptação para a nova regra. Os 13,11% serão calculados em cima dos R$ 100 e não dos R$ 115 e depois somados à diferença.Para usuários que ficaram menos tempo sem reajuste contratual, o índice será menor que os 13,11%. Os percentuais deverão variar de 11,81% a 13,11%, dependendo do aniversário do contrato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II
ECONOMIA
Senadora Soraya Thronicke reforça retomada do setor de eventos de MS
Ambiental captura gambá em residência no bairro Vila Cachoeirinha
DOURADOS
Ambiental captura gambá em residência no bairro Vila Cachoeirinha
ESCALADA DA PANDEMIA
Brasil registra mais 1.824 mortes por Covid-19 e chega a 353,3 mil
CORUMBÁ
Mulher pede para marido prender cachorros e é agredida com coleira
Médicos e policiais fazem mobilização sobre novas regras de trânsito
SIDROLÂNDIA
Após bebedeira, homem bate em filho e é esfaqueado pela esposa
BRASIL
Exército confirma 1ª morte de um militar da ativa vítima da Covid-19
FUTEBOL
Dourados volta a vencer Águia Negra e fecha fase na liderança
CORONAVÍRUS
Ator Paulo Gustavo segue internado e boletim diz que situação é crítica

Mais Lidas

HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã
DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
PANDEMIA
Covid mata 11 pessoas em Dourados em dia de 149 novos casos