terça, 09 de agosto de 2022
Dourados
16°max
12°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE & BEM-ESTAR

O Instituto dos Olhos Dourados orienta: Exposição excessiva às telas pode prejudicar a visão

04 dezembro 2021 - 08h00Por Instituto dos Olhos Dourados

O tempo de exposição às telas, que já era alto, aumentou após o início da pandemia de Covid-19. Com medidas de isolamento social e aulas remotas, o tempo ao ar livre diminuiu, enquanto o uso de celulares e computadores segue crescendo. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Panorama Mobile Time/Opinion Box, entre crianças de 7 a 9 anos, a proporção que usa smartphone por três horas ou mais por dia saltou de 30% para 43% em um ano. Além disso, 37% das crianças com idades entre 10 e 12 anos usam o smartphone por 4 horas ou mais por dia. É certo que o excesso de exposição causa prejuízos à saúde, incluindo a visão.

A tecnologia é, de fato, uma grande aliada no dia a dia e facilita inúmeras tarefas. As aulas on-line, que fazem parte da rotina da maior parte das crianças durante a pandemia, permitem novas possibilidades em um momento em que a ida às escolas pode aumentar o risco de contaminação. Contudo, é importante ter muita cautela, pois o excesso pode ser um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças oculares, como a Síndrome da Visão de Computador (CVS) e os erros refrativos, especialmente a miopia. 

Um estudo realizado pelo JAMA Ophthalmology constatou um aumento significativo dos casos de miopia entre crianças de 6 a 13 anos. A sugestão é que este crescimento esteja associado ao tempo insuficiente gasto em atividades ao ar livre e à maior duração de atividades que exigem a visão para perto, como usar o computador e o celular. Esses dados são preocupantes, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que metade da população mundial será míope em 2050.

A OMS publicou um manual com recomendações quanto ao tempo de tela, atividades físicas e sono para crianças. De acordo com o material, o ideal é que elas não sejam expostas às telas antes de completarem 1 ano de idade e que esse tempo seja de, no máximo, 60 minutos, até os 4 anos. A Sociedade Brasileira de Pediatria também publicou um manual de orientação, chamado #menos tela #mais saúde, que reitera as orientações e acrescenta que adolescentes com idades entre 11 e 18 anos devem limitar o tempo a até 3 horas por dia e que nunca devem “virar a noite” no celular ou no computador.

Como prevenir problemas de visão em crianças? 

• Monitore o tempo que ela passa junto à tecnologia. 
• Verifique a iluminação do ambiente onde o computador ou o celular está sendo usado. 
• Mantenha a tela do computador limpa. 
• Certifique-se de que o monitor esteja a uma distância adequada. O ideal é que esteja a 50 cm do usuário. 

Ao notar que a criança está com alguma dificuldade para enxergar, aproxima o rosto da tela ou “aperta” os olhos para ver melhor, não hesite em consultar um médico oftalmologista.

Lembre-se: qualquer sintoma persistente nos olhos, não hesite em procurar o seu oftalmologista imediatamente.

O Instituto dos Olhos Dourados trabalha para levar qualidade de vida para milhares de pessoas que necessitam de atendimento oftalmológico, contando com um corpo clínico capacitado e especializado em diversas áreas da oftalmologia. Investindo cada dia mais em novas tecnologias para realização de consultas, exames e cirurgias oculares.


Fonte: Revista Veja Bem, Edição 34, pág. 20.
Com edição do Dr.Ajax de Oliveira Leite - CRM-MS 3855.

Responsável Técnico: Dr. Ajax de Oliveira Leite CRM-MS 3855 / RQE Nº 1686.
(67) 3033-9200 / Rua Mato Grosso, 321 - Jardim Água Boa, Dourados-MS | Instagram: @institutodosolhosdourados | Facebook: institutodosolhosdourados | www.institutodosolhosdourados.com.br 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista embriagado é preso após capotar veículo na BR-376
ANGÉLICA

Motorista embriagado é preso após capotar veículo na BR-376

ELEIÇÕES 2022

Lula e Bolsonaro devem ter quase metade do horário eleitoral

Pais precisam arrecadar R$ 100 mil para custear tratamento de bebê

JUDICIÁRIO

Mutirão resulta em 2.400 sentenças sobre Violência Doméstica

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia
CORUMBÁ

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia

DOURADOS 

Alunos da UFGD recebem prêmio de R$ 100 mil por modelo de negócio

Pista molhada e vento forte provocam acidente com ambulância

UEMS

Doutorado em Recursos Naturais prorroga inscrições de processo seletivo

Morador em MS é preso durante operação contra lavagem de dinheiro

JUSTIÇA

CNJ lança formulário sobre violência contra comunidade LGBTQIA+

Mais Lidas

BR-376

Lutador de MMA douradense é preso com mais de 40 quilos de cocaína

TRAPALHADA

Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

COXIM

Casal de idosos foi morto por menores que levaram R$ 20