domingo, 19 de maio de 2024
Dourados
16ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE E BEM-ESTAR

Não espere a sede apertar: beber água e alimentação leve ajudam a encarar o calorão em MS

15 novembro 2023 - 09h00Por Governo de MS

Ah, que delícia o verão Falta pouco mais de um mês para a tão desejada estação do ano começar e o forte calor causado pelas mudanças climáticas e efeitos do fenômeno El Niño que acontece na porção central e sul do oceano Pacífico, com implicações mundiais já registra marcas históricas e aumenta a preocupação quanto a saúde da população.

O cenário não passa despercebido pelas autoridades públicas de saúde do Estado, com inúmeras recomendações publicas, indo desde cuidados com o corpo até a dicas para evitar despercídio de água e, assim, não causar a sobrecarga no sistema de distribuição.

Mesmo que seja praxe a orientação, o hábito de beber água deve ser reforçado no período para que o corpo se mantenha hidradato. "A prioridade é tomar água mesmo. Alguns recursos para aumentar a ingestão hídrica podem ser adotados, como as águas saborizadas com frutas e especiarias, o consumo de tereré e sucos naturais sem adição de açúcar", diz o nutricionista da Coordenadoria de Doenças Crônicas da Secretaria de Saúde, Anderson Holsbach.

Outra orientação dada pelo nutricionista é não espera que a sensação de sede se manifeste para se hidratar, sendo o ideal ingerir mais água que o habitual durante todo o dia. "O recomendado é não ficar longos períodos sem ingerir água. Se for praticar atividade física, carregue consigo algum utensílio que permita levar água", destaca, e completa em seguida.

"Evite refrigerantes, sucos artificiais, sorvetes e afins e bebida alcoólica. Por mais que o calor ative o desejo por esses alimentos e bebidas, eles são considerados ultraprocessados e por isso tem uma alta carga de açúcares e demais aditivos artificiais que são nocivos para a saúde. A bebida alcoólica tem efeito potencial na desidratação", explica Anderson.

Distribua a alimentação em intervalos

Holsbach também pede cuidado quanto a alimentação no que tange a quantidade ingerida de uma só vez. "Procure fazer refeições leves, comendo menores volumes de alimentos e com intervalos menores", frisa o nutricionista ao apontar que é melhor fracionar os pratos.

"Evite refeições com preparações gordurosas, rico em sal e açúcares. Além de terem digestão mais dificultada, podem estar mais suscetíveis a contaminação. Nesse período invista nas saladas folhosas, vegetais que podem ser servidos gelados, como por exemplo a caponata", acrescenta Anderson, que indica por fim o consumo de frutas. "Elas podem ser levadas à geladeira, ajudam à refrescar, hidratar e nutrir", conclui.

Para quem cuida além de si, a atenção deve ser redobrada com crianças e idosos estes últimos com um hábito menor de ingerir água. Por isso, é necessário que se oferta água com frequência para os dois grupos e use as estratégias indicadas acima para que se evite problemas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEBATE

Comissão de Educação vota criação do Programa Agente Jovem Ambiental

Cristo Redentor celebra escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina em 2027
BRASIL

Cristo Redentor celebra escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina em 2027

Rio Grande do Sul tem 82 trechos de estradas liberados
BRASIL

Rio Grande do Sul tem 82 trechos de estradas liberados

O Povo pelo Povo!
ARTIGO

O Povo pelo Povo!

Espetáculo 'O Grandioso Mini Cirquin das Arábias' encanta alunos de escolas da Capital e de Ribas
MS

Espetáculo 'O Grandioso Mini Cirquin das Arábias' encanta alunos de escolas da Capital e de Ribas

MEIO AMBIENTE

Brasil tem 1.942 cidades com risco de desastre ambiental

ROCHEDO

Homem é preso por receptação de trator avaliado em R$ 350 mil

ENSINO

G20 discute formação de professores sob a coordenação do MEC

BRASIL

Estudo revela efetividade das ações de conservação ambiental

PONTA PORÃ

Homem tenta roubar policiais à paisana e vai preso

Mais Lidas

TEMPO

Após completar um mês 'seco', Inmet emite alerta de chuvas intensas para Dourados e região

PARQUE DE EXPOSIÇÕES

Caminhonetes são furtadas durante a madrugada em Dourados

TEMPO

Curtindo o friozinho? Mínima chega a 14°C, mas temperatura acima de 30°C deve voltar na semana

INFORME PUBLICITÁRIO

Em negociação salarial, Enfermagem afirma que profissionais enfrentam descaso