Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Ministério da Saúde deve investir R$ 2 milhões em pesquisas

10 setembro 2004 - 14h36

O Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) vão investir mais de R$ 2 milhões em pesquisa sobre a hantavirose. O dinheiro será liberado ainda neste ano e vai financiar 26 projetos sobre a doença, que já infectou 26 pessoas e matou 11 apenas no Distrito Federal. Os recursos fazem parte do pacote de R$ 57 milhões anunciado, ontem, pelos ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia. Os recursos serão destinados a pesquisas científicas que possam melhorar as condições de saúde da população. A hantavirose é transmitida pela poeira com restos da urina, das fezes ou da saliva de roedores silvestres. Nos seres humanos, o hantavírus provoca uma infecção pulmonar aguda, que pode causar insuficiência respiratória e matar. Segundo dados do Ministério da Saúde, desde 1993 o Brasil registrou mais de 400 casos e cerca de 160 mortes relacionadas à doença. Uma das principais hipóteses para a ocorrência dos surtos está relacionada a desmatamentos indiscriminados em algumas regiões, já que a hantavirose é transmitida por roedores silvestres que habitam as matas. A contaminação pode ocorrer ainda por meio do consumo de alimentos e água. Por isso, as autoridades de saúde recomendam que toda comida seja armazenada em sacos ou caixas fechadas e a pelo menos 50 centímetros do chão. O lixo também deve ser colocado em latões vedados para não atrair os roedores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILÂNDIA
Jovem de 23 anos destrói recepção de hospital durante surto
BRASÍLIA
Secretário Mario Frias é submetido a cateterismo de emergência
TRÊS LAGOAS
Homem que matou cantor a tiros em tabacaria é condenado a 46 anos
BRASIL
Câmara aprova projeto que pode restringir atuação da oposição
Homem contrai dívida de R$ 32 mil ao fazer portabilidade de empréstimo
BENEFÍCIO
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
POLÍCIA
Condutor de lancha envolvida em acidente com morte presta depoimento
EDUCAÇÃO
Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021
IVINHEMA
Três dias depois de ser envenenada pela mãe, criança recebe alta
FERIADO
Comarca de Angélica não terá expediente amanhã e sexta-feira

Mais Lidas

INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados
DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
CLIMA
Inmet alerta Dourados para perigo de chuvas intensas e declínio de temperatura