segunda, 27 de maio de 2024
Dourados
13ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE E BEM-ESTAR

Falando sobre o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT)

14 maio 2024 - 07h48Por Publicidade

A Psicoterapeuta especialista em Psicoterapia Cognitivo Comportamental, “Dra. Luciane Sperafico” explica sobre como identificar e como tratar o Transtorno do estresse pós-traumático ou (TEPT). Equivale a um problema de saúde mental que algumas pessoas desenvolvem após eventos traumáticos. Entendendo o TEPT ou Transtorno de Estresse Pós-Traumático é um distúrbio mental que pode acontecer após algum evento traumático e extremamente estressante, o TEPT é um dos tipos de distúrbios de Ansiedade que envolvem sintomas físicos, emocionais e psíquicos, devido a consequências de uma vivência traumática que tenha representado ameaças à vida de quem você ama ou de si próprio. Esses eventos traumáticos podem ser variados, como assaltos, acidentes severos, abusos e situações ameaçadoras à vida, como vítimas de enchentes ou vítimas de um Tornado.

O Transtorno do estresse pós-traumático envolve, acima de tudo, recordações que nos devolvem para o episódio ocorrido, como se tivessem acontecendo novamente, trazendo sofrimento e dor, como se fosse ainda a primeira vez. Essa recordação também é conhecida como revivescência e provoca disfunções mentais e neurofisiológicas.

Pessoas com TEPT podem se sentir constantemente alerta e irritáveis, e podem ter dificuldade em concentrar-se ou dormir. É fundamental lembrar que o TEPT é uma reação normal a eventos anormalmente estressantes e não é um sinal de fraqueza. A busca por ajuda profissional é essencial para o tratamento do TEPT.

O Transtorno de estresse pós-traumático pode apresentar sintomas que são classificados em grupos:

•    Reexperiência traumática: memórias espontâneas, recorrentes e involuntárias, também chamados de flashbacks, do acontecimento traumático;
•    Esquiva e isolamento social: afastamento de qualquer estímulo que provoque o ciclo de recordações do trauma;
•    Negatividade: sentimentos de incapacidade em se proteger de perigos, sensação de vazio e perda da esperança no futuro;
•    Hiperexcitabilidade psíquica e psicomotora: episódios de pânico com sintomas físicos, como taquicardia, calor, dores de cabeça, medo de morrer, e mentais, insônia, problemas de concentração, irritabilidade, reações de fuga e estado de alerta (hipervigilância);
As pessoas com transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) costumam apresentar alguns sintomas como;
Sintomas intrusivos (o evento invade os pensamentos de maneira repetida e incontrolável)
•    Evitar qualquer coisa que as relembre do evento
•    Efeitos negativos sobre o pensamento e o humor
•    Alterações no estado de alerta e nas reações

Sintomas de intrusão

O evento traumático pode reaparecer repetidamente na forma de memórias indesejadas involuntárias ou pesadelos recorrentes. Algumas pessoas têm flashbacks, durante os quais elas revivem os eventos como se eles estivessem realmente acontecendo em vez de simplesmente se lembrarem deles.
É possível que a pessoa também tenha reações intensas a coisas que a relembrem do evento. Por exemplo, os sintomas de um veterano de guerra podem ser desencadeados por fogos de artifício, enquanto os de uma vítima de roubo à mão armada podem ser desencadeados quando ela vê uma arma de fogo em um filme.

Portanto, o TEPT gera implicações na vida e saúde do indivíduo de caráter psíquico e/ou físico como palpitações, dores no peito, tremores, sudorese, insônia, angústia, falta de apetite, dores no estômago, cefaleia, fadiga, sensação de aperto na garganta, falta de ar, exaustão, alterações do humor, irritabilidade, agressividade, depressão, insanidade e dificuldade de concentração que muitas vezes causa acidentes de trabalho. Além disso, pode haver uso de substâncias químicas como o álcool e outras drogas.

Sintomas de esquiva
A pessoa evita de maneira persistente tudo como; atividades, situações ou pessoas que possa recordá-la do trauma. Por exemplo, é possível que ela evite entrar em um parque ou edifício comercial onde foi vítima de agressão ou evite falar com pessoas da mesma raça que a pessoa que a agrediu. Elas podem, inclusive, tentar evitar pensamentos, sentimentos ou conversas sobre o evento traumático.

A busca por ajuda profissional é efetiva para o tratamento do TEPT, porém, vale lembrar que apenas o médico (psiquiatra), poderá definir o diagnóstico de TEPT, de acordo com os sintomas e a recorrência dos episódios, bem como prescrever a Psicoterapia e a referência medicamentosa como forma de tratamento.

O texto foi esclarecedor? 

Se ainda restaram dúvidas ou se você deseja realizar uma avaliação Psicodiagnóstica, ou se você tiver experimentado um evento traumático e estiver passando por algum dos sintomas listados nesse texto, talvez seja hora de falar com um especialista. Agende uma consulta conosco!

Atendimentos presencias e on-line. 
Com crianças, adolescentes, adultos e idosos.

CENTRO DE ATENDIMENTO E INTERVENÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA, PSICODIAGNÓSTICO, PSICOLOGIA, NEUROPSICOLOGIA, COACHING VOCACIONAL & CARREIRA E HIPNOTERAPIA CLÍNICA

O contato: (67) 9 99548716 ou clique aqui.  

Rua Ciro Melo, 2280 Centro- Dourados/MS
Facebook e Instagran @cenaipp

“Sobre a Profissional-  Dra. LUCIANE SPERAFICO”

*Mestre em Psicologia com ênfase em Psicoterapia
*Doutora em Educação
* Psicanalista
* Psicopedagoga 
* Especialista Em Neuropsicologia 
* Formação Em Habilitação e Reabilitação Neuropsicológica “Luriana” (PHNL)
* Pedagoga 
* Neuropedagoga e Consultora em Aprendizagem 
* Hipnoterapeuta clínica
* Especialista Em Educação Especial com ênfase em Transtornos de Aprendizagem
* Especialista Em Psicoterapia Cognitivo Comportamental 
* Screener da Síndrome de Irlen
*Analista Comportamental DISC pela SLAC
* Coach de Carreira & Orientação Vocacional
*Facilitadora da metodologia LEGO SERIOUS PLAY e POINTS OF YOU
*Tutora Cogmed- Treinamento de Memória Operacional 
*Formação em Psicologia Positiva 
*Formação Master de Positive Educator, Trainer & Speaker- POETS
*Formação em Terapia do Esquema com adolescentes e adultos
*Atualização em Mindfulness  
*Atualização em ACT Trainer
*Estágio Clínico em Avaliação e Intervenção nos Transtornos de Aprendizagem (QUALCONSOANTE- Lisboa Portugal)
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade

Moraes nega recurso de Bolsonaro contra inelegibilidade

DIREITOS HUMANOS

Brasília recebe primeira Parada do Orgulho da Pessoa com Deficiência

CAMPO GRANDE

Homem é espancado e jogado em buraco durante roubo de carro

Polícia aprende quase 2t de maconha após perseguição
ITAQUIRAÍ

Polícia aprende quase 2t de maconha após perseguição

Caixa Econômica Federal abre edital com vagas para estagiários em MS
OPORTUNIDADE

Caixa Econômica Federal abre edital com vagas para estagiários em MS

TÊNIS DE MESA

Hugo Calderano conquista título do WTT Contender Rio

ALERTA

Com fim de semana de trégua, chuva deve voltar ao RS nesta segunda

ENCHENTES

MS Pela Vida: doações ao povo gaúcho aproximam sul-mato-grossenses de quem perdeu tudo

ESPORTE

Brasil enfrenta Cuba, Croácia e Tailândia na primeira fase da Copa do Mundo de Futsal

MS-164

DOF apreende Renault Sandero com 1.250 pacotes de cigarros contrabandeados

Mais Lidas

DOURADOS

Homem é preso por importunação sexual após acariciar mulheres

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Morador de Dourados atira contra esposa durante discussão

EVENTO

Costelão Jurídico da OAB Dourados será neste sábado no CTG

REGIÃO 

Empresários são detidos por desvio de energia elétrica após operação do SIG