quinta, 25 de abril de 2024
Dourados
22ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE E BEM-ESTAR

Entendendo sobre os Transtornos do Neurodesenvolvimento

02 abril 2024 - 07h43Por Publicidade

A Psicopedagoga, mestre em Psicologia e Doutora em Educação Dra. Luciane Sperafico explica um pouco mais sobre o Neurodesenvolvimento Infantil, que é considerado um parâmetro fundamental para observação de saúde física, mental, cognitiva e adaptativa no que tange a capacidade da criança a cumprir adequadamente situações que exijam habilidade social, conceitual, pedagógica e afetiva.

Os Transtornos do Neurodesenvolvimento são resultados de alterações dos processos normais do desenvolvimento cerebral que iniciam logo nos primeiros momentos do desenvolvimento do cérebro, no período gestacional, e persistem ao longo tempo. Podem variar desde limitações especificas na aprendizagem ou no controle de funções executivas até prejuízos globais do neurodesenvolvimento. Os prejuízos podem vir desde limitações causadas por deficiências intelectuais até nos Transtornos de Aprendizagem.

Quais são os Transtornos do Neurodesenvolvimento?

*Deficiências Intelectuais;
*Transtornos da Comunicação;
*Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade;
*Transtorno Específico da Aprendizagem (Dislexia, Disortografia e/ou Discalculia);
*Transtornos Motores;
Transtornos de Tique;
*Transtorno do Espectro do Autismo;

Falando do Autismo e sua definição!

O diagnóstico do TEA é realizado com base em uma avaliação clínica, observando-se a criança e analisando seu histórico de desenvolvimento por meio de entrevista com os pais ou cuidadores. De acordo com o DSM-5 (APA, 2014), o diagnóstico do TEA é realizado a partir da identificação de déficits em dois aspectos principais: (A) prejuízos nas habilidades relacionadas à comunicação e interação social e (B) presença de padrões de comportamentos repetitivos e interesses restritos. No que se refere aos prejuízos nas habilidades de comunicação e interação social, o indivíduo deve necessariamente apresentar déficits na reciprocidade social-emocional (isto é, dificuldade em compartilhar e reconhecer sentimentos e pensamentos), déficits na comunicação não verbal (ausência ou baixa frequência de contato visual, expressões faciais, gestos, entonação da fala) e déficits nas habilidades de iniciar e manter interações sociais (manifestadas normalmente por um reduzido interesse em pessoas, rejeição pelo contato com os outros ou formas inadequadas – às vezes agressivas – de iniciar interações com pessoas). 

Sobre os padrões de comportamento repetitivos e restritos, um diagnóstico de TEA requer que o indivíduo apresente pelo menos dois dos quatro sinais a seguir: movimentos repetitivos e estereotipados (como balançar as mãos, repetição de sons estranhos, de palavras ou até frases inteiras, mas fora de contexto), persistência em rotinas e/ou realizações de rituais (reagir de forma negativa e com intensidade atípica frente a mudanças, realizações de rituais para comer, sair de casa ou brincar), interesses restritos e com foco ou intensidade anormal (apego a um pedaço de pano ou parte de um brinquedo, preocupação excessiva em desmontar objetos, insistência em conversar sobre carros, dinossauros ou algum outro tópico específico), e uma hiper ou hiporresponsividade a estímulos (resistência ao frio ou a dor, reações atípicas a alguns sons ou texturas, fascínio por luzes ou objetos que giram, entre outros). 

Um dos critérios diagnósticos descritos no DSM-5 é que os sinais de TEA devem ser observados no início do desenvolvimento da criança.

Com um tratamento multidisciplinar, dependendo da severidade do caso, as crianças conseguem evoluir e se desenvolver em seu limite máximo.

E quais são as características dos Transtornos do Desenvolvimento?

Afetam habilidades sensoriais, motoras, linguísticas, cognitivas, escolares ou sociais. Sinais estão presentes desde a 1º infância, portanto, os Déficits no desenvolvimento impactam o funcionamento pessoal, social, acadêmico e/ou profissional. São persistentes e geram prejuízos significativos.

Quais as indicações para os Tratamentos?

Para gerar autoconhecimento e minimizar os sintomas geralmente é necessário um tratamento interdisciplinar, que pode envolver; psicopedagogo, psicomotricista, psicólogo, neuropsicológo, terapeuta ocupacional, musicoterapeuta, fonoaudiólogo, além de médico neurologista e ou/psiquiatra.

Familiares, Cuidadores e Educadores, Muita Atenção!

Atrasos e/ou prejuízos no desenvolvimento merecem ser investigados por especialistas e as intervenções podem melhorar a qualidade de vida.

O diagnóstico assertivo é fundamental para conduzir um tratamento adequado e, o quanto antes foi iniciado, melhor para o trabalho de autonomia, independência e autoconhecimento a ser realizado.
 
ENTENDENDO OS MARCOS DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

O que é esperado da criança;

*Aos 4 meses -Apresenta sorriso social

*Segue objetos com o olhar 

*Fica de bruços, levanta a cabeça e os ombros

Aos 6 meses- Vira a cabeça na direção de uma voz ou de um objeto sonoro Faz o gesto de “tchau” e bate palmas

* Reage quando é chamado pelo nome -Balbucia 

*Aos 9 meses- Segue com o olhar gestos de apontar do adulto

* Usa sons para chamar atenção 

*Apresenta reações a pessoas estranhas 

*Bebê senta sem apoio e engatinha

* Reconhece pessoas familiares 

*Tem expressões faciais de afeto

* Imita sons 

*Aos 12 meses -Aponta para os objetos que deseja 

*Utiliza o gesto de apontar para compartilhar atenção com o adulto 

*Segue instruções simples (de um comando) 

*Anda sozinho- Fala de uma a três palavras 

*Aos 18 meses- Fala de 10 a 25 palavras

* Aponta para objetos quando ouve o nome

* Se entristece ou se alegra quando vê alguém chorar ou sorrir

* Começa a demonstrar vergonha quando é observado

* Engaja em brincadeira de faz-de-conta 

*Aos 2 anos- Apresenta um vocabulário de mais de 50 palavras,

 *Estrutura frases com duas palavras 

*Mostra interesse e observa crianças, brincando em paralelo 

*Segue instruções de dois comandos 

Finalmente, monitorar o desenvolvimento da criança também favorece duas importantes ações: a adoção de estratégias para prevenir possíveis atrasos no desenvolvimento e a tomada de ações terapêuticas que tenham por objetivo intervir nas irregularidades observadas. Cabe destacar que, especialmente em casos de TEA, o diagnóstico não representa um requisito ou uma necessidade para se iniciar intervenções precoces. 

Intervenções comportamentais baseadas na Análise do Comportamento Aplicada (ABA) apresentam grande eficácia no tratamento do TEA, especialmente se iniciadas precocemente e devem ser tomadas como prioridade para o tratamento dessas crianças.

Agora que você já conhece os principais Transtornos do Neurodesenvolvimento e seus sintomas, fica mais fácil identificar sinais nas crianças precocemente. As intervenções precoces são as mais efetivas e promovem o desenvolvimento adequado das crianças.

Por fim, espera-se que este texto possa ser uma ferramenta informativa ao alcance de clínicos, pais e educadores, assim como de outros profissionais que atuam com crianças e adolescentes que apresentem os diversos quadros sumariados. Desta forma, poderá ser útil a um maior conhecimento acerca dos Transtornos do Neurodesenvolvimento.
Para mais informações não deixe de entrar em contato conosco!

Agende sua Avaliação Psicodiagnóstica e Tratamento no CENAIPP.

Atendimento com crianças, adolescentes e adultos.

CENTRO DE ATENDIMENTO E INTERVENÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA, PSICODIAGNÓSTICO / PSICOLOGIA/ NEUROPSICOLOGIA/ COACH VOCACIONAL & CARREIRA /HIPNOSE CLÍNICA

Os contatos: (67)999548716 
Rua Ciro Melo, 2280 Centro- Dourados/MS
Facebook- Instagram @Cenaipp

“Sobre a Profissional- Dra. LUCIANE SPERAFICO”

*Doutora em Educação
*Mestre em Psicologia
* Psicanalista
* Psicopedagoga 
* Especialista Em Neuropsicologia 
* Formação Em Habilitação e Reabilitação Neuropsicológica “Luriana”
* Pedagoga 
*Neuropedagoga
*Especialista Em Educação Especial com ênfase em Transtornos de Aprendizagem e TDAH
* Especialista Em Psicoterapia Cognitivo Comportamental 
* Screener da Síndrome de Irlen
*Analista Comportamental DISC pela SLAC
* Coach de Carreira & Orientadora Vocacional
*Facilitadora da metodologia LEGO SERIOUS PLAY e POINTS OF YOU
*Tutora Cogmed- Treinamento de Memória Operacional 
*Formação em Psicologia Positiva 
*Formação Master de Positive Educator, Trainer & Speaker- POETS
*Formação em Terapia do Esquema
*Hipnoterapeuta clínica
*Estágio Clínico em Avaliação e Intervenção nos Transtornos de Aprendizagem (QUALCONSOANTE- Lisboa Portugal)

Siga a profissional do Instagram. 


 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL

Agraer vai comprar de 60 mil mudas de erva-mate para distribuir a pequenos produtores

CLIMA

Quinta-feira tem previsão de sol e tempo seco em grande parte do Estado

Após alta na carne bovina, Dourados inicia a quinta com preços fixos no agro
COTAÇÃO

Após alta na carne bovina, Dourados inicia a quinta com preços fixos no agro

ECONOMIA

Regulamentação da reforma tributária prevê alíquota média de 26,5%

POLÍTICA

Sessão do Congresso Nacional sobre vetos presidenciais é adiada

ECONOMIA

Vacina tetravalente contra a gripe do Butantan terá verbas do BNDES

SAÚDE

Unidade Móvel do Hospital de Amor está em Coronel Sapucaia nesta semana

PESQUISA

A cada 8 minutos, uma mulher é vítima de estupro no país

CÂMARA DE DOURADOS

Marcio Pudim pede obras de asfalto, tubulação e quebra-molas em distritos

COMUNICAÇÃO

EBC passará a ter Comitê Editorial e de Programação

Mais Lidas

SENAR

Do Japão para Mato Grosso do Sul: filha assume legado do pai e se tornou pecuarista

COLISÃO

Mãe e criança morrem após colisão de caminhonete e carro na BR-163

DOURADOS

Concurso "Miss e Mister Indígena" acontece no próximo sábado na Jaguapiru

COTAÇÃO

Soja em alta; confira como iniciam os preços do agro nesta quarta