segunda, 15 de agosto de 2022
Dourados
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE & BEM-ESTAR

Dislexia o que é?

28 junho 2022 - 07h55Por Luciane Sperafico

A Especialista em Neuropsicologia e Psicopedagoga “Luciane Sperafico” explica um pouco mais sobre a Dislexia, os sintomas e tratamentos.
De acordo com o manual de saúde mental (DSM V), a Dislexia é caracterizada como um comprometimento acentuado no desenvolvimento das habilidades de reconhecimento das palavras e compreensão da leitura. É uma síndrome complexa de disfunções neuropsicológicas associadas a perturbações na orientação, tempo, linguagem escrita, soletração, memória, percepção visual e auditiva, habilidades motoras e sensoriais.

Dislexia é a incapacidade de processar o conceito de codificar e decodificar a unidade sonora em unidades gráficas (forma de grafemas) com capacidade cognitiva preservada (nível de inteligência normal). A dislexia compromete a capacidade de aprender a ler e escrever com correção e fluência e de compreender um texto.


Os disléxicos têm capacidade para aprender todas as funções sociais e até elevadas habilidades, desde que, bem diagnosticado, seja trabalhado nas áreas corticais favoráveis e com estratégias e intervenções adequadas.


Essas intervenções devem valorizar as funções viso-motoras da criança, imagens com significado e significante associados a ritmo e memória visual auxiliando sua memória auditiva, para que desenvolva a capacidade por outras rotas (sabendo-se que sua rota fonológica é prejudicada).
A dislexia é um transtorno de aprendizagem de alfabetização persistente e específico em crianças que não têm prejuízos físicos, psíquicos ou socioculturais. É a causa mais comum de dificuldades de leitura, escrita e ortografia.


Um em cada cinco alunos luta com o aprendizado. Menos de um terço das crianças com problemas de leitura recebem tratamento específico nas escolas. Afeta um número maior de homens do que mulheres. A dislexia tem um forte componente hereditário. Alguns disléxicos são afetados pela coordenação motora, cálculo mental, concentração e organização pessoal, a hiperatividade e Dispraxia. Portanto a dislexia não é o único transtorno que inibe o aprendizado, mas é o mais comum e pode vir acrescido do TDAH, (transtorno do Déficit de Atenção) com ou sem hiperatividade ou outros transtornos associados.

Os sinais mais freqüentes na infância e no ensino pré-escolar são:


*Dificuldades na percepção, memória e análise visual;
*Leitura e escrita incompreensíveis;
*Dificuldades com rimas e em achar similaridades e diferenças entre as palavras;
*É detectada na fase da alfabetização que é o período em que inicia o processo de leitura de texto, devido à dificuldade em aprender o código gráfico;
*O problema se torna evidente quando o aluno tenta soletrar palavras;
*Quando pequenos demoram mais ou tem dificuldade em segurar a colher para comer sozinho, dar laços nos sapatos, pegar e chutar uma bola e pode haver atraso na aquisição da linguagem de modo que podem começar a falar mais tarde;
*Dificuldade em aprender as letras.
*A criança tem tendência à hiper ou a hipo-atividade motora;
 *Fica inquieta e chora muito ou fica agitada com muita frequência;
*Dificuldade para essa criança entender o que está ouvindo;
*Distúrbios do sono;
*Enurese noturna;


No ensino fundamental as principais características são:


*Confundir letras que se parecem graficamente: a/o, e/c, f/t, m/n, v/u;
*Inverter letras com grafia parecida: b/p, d/p, d/q, b/d. n/u, a/e;
*Inverter sílabas: em/me, sol/los, las/sal, par/pra;
*Adicionar ou omitir sons: casa/casaco, prato/pato;
*Ter dificuldades em soletrar palavras;
*Ao ler, pula a linha ou volta para a anterior;
*Apresentar leitura lenta demais, se comparado aos adolescentes da mesma idade;
*Leitura e escrita incompreensíveis;
*Tem dificuldades em localizar-se no espaço e em distinguir direita e esquerda que gera dificuldades em mapas, globo e no próprio ambiente;
*Substituição de palavras por uma estrutura semelhante (contribui/construiu);
*Repetição de sílabas e palavras ex:(eu jogo jogo bola, bolo de chochocolate);
*Dificuldades em entender textos lidos;
*Problemas de lateralização;
*Usa os dedos para contar;
*Tem dificuldades em lembrar seqüência: letras do alfabeto, dias da semana e meses do ano;
*Dificuldades em aprender a ver as horas;
*Não consegue lembrar-se de fatos passados como horários, datas e agenda;
*Possui dificuldades em lembrar objetos, nomes, sons, palavras ou mesmo letras;
*Consegue copiar corretamente, mas em uma atividade de ditado ou redação mostrar grandes complicações;
*Pode ser uma criança ou adolescente inteligente e criativo para muitas tarefas, porém demonstra grandes dificuldades na leitura ou na escrita;
*É comum ser rotulado de preguiçoso, imaturo, hiperativo ou desatento;
*Porém apresentam ótimos resultados em provas orais comparados com as provas escritas;


Em síntese segundo pesquisas científicas neurobiológicas recentes concluíram que o sintoma mais conclusivo acerca do risco de dislexia em uma criança, pequena ou mais velha, é o atraso na aquisição da fala e sua dificuldade na percepção fonética. Quando este sintoma está associado a outros casos familiares de dificuldades de aprendizado e a dislexia é, comprovadamente, genética, afirma a especialista que essa criança pode vir a ser avaliada já a partir dos sinais apresentados acima que identifiquem a dislexia, e após isso, podem dar o início de um programa interventivo.


    Portanto, é necessário que estes sintomas sejam bem observados e averiguados para um possível diagnóstico, pois é melhor que este seja feito o quanto antes, para que haja o tratamento adequado no caso de dislexia e estes sintomas não influenciem negativamente na aprendizagem da criança. Esses programas com profissionais adequados podem trazer as respostas mais favoráveis para superar ou minimizar essa dificuldade.


O tratamento Psicopedagógico para dislexia é feito com a prática de estratégias de aprendizagem que estimulam a leitura e a escrita, além do apoio e intervenções junto a escola.


Em suma, é importante que pais e professores fiquem atentos aos sinais de Dislexia para que possam ajudar seus filhos e alunos.
Segundo a Psicopedagoga “Luciane Sperafico” alerta que o Diagnóstico tardio é sempre prejudicial!


Procurar o diagnóstico muito tarde pode provocar lacunas consideráveis no processo de aprendizagem de leitura e escrita. Isso, certamente, causará dificuldades preocupantes na vida acadêmica do aluno.


O texto foi esclarecedor? Se ainda restaram dúvidas ou se você deseja fazer uma avaliação Psicodiagnóstica, deixe seu comentário aqui no post! Ou Entre em contato conosco. Atendemos crianças, adolescentes e adultos!
Agende sua Avaliação Psicodiagnóstica e Tratamento no CENAIPP

CENTRO DE ATENDIMENTO E INTERVENÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA, PSICODIAGNÓSTICO/PSICOLOGIA /NEUROPSICOLOGIA /COACH VOCACIONAL & CARREIRA /HIPNOTERAPIA CLÍNICA
Os contatos: (67)999548716 / (67)34210550
Rua Ciro Melo, 2280 Centro- Dourados/MS
Facebook- @cenaipp

“Sobre a Profissional- LUCIANE SPERAFICO”
*Mestre em Psicologia
* Psicanalista
* Hipnoterapeuta
* Formação em Psicologia Positiva
* Psicopedagoga 
* Especialista em Neuropsicologia 
* Pedagoga 
* Neuropedagoga
* Formação Em Habilitação e Reabilitação Neuropsicológica “Luriana”
*Atualização em Mindfulness  
* Especialista Em Educação Especial com ênfase em Autismo
* Especialista Em Psicoterapia Cognitivo Comportamental 
* Screener da Síndrome de Irlen
*Analista Comportamental DISC pela SLAC
*Coach de Carreira &Coach Vocacional
*Facilitadora da metodologia LEGO SERIOUS PLAY e POINTS OF YOU
*Tutora Cogmed- Treinamento de Memória Operacional 
*Formação em Terapia do Esquema
*Estágio Clínico em Avaliação e Intervenção nos Transtornos de Aprendizagem (QUALCONSOANTE- Lisboa Portugal)


 

 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO

Projeto cria programa para auxiliar professores na compra de casa própria

Projeto cria política de prevenção e combate a assédio moral e sexual nas escolas
SEGURANÇA

Projeto cria política de prevenção e combate a assédio moral e sexual nas escolas

Eleições 2022: veja o que pode ou não no dia da votação
ELEIÇÕES 2022

Eleições 2022: veja o que pode ou não no dia da votação

SAÚDE

Projeto cria Programa Nacional de Referência em Tratamento da Fibromialgia

Brasil deve encerrar 2022 com índices de extrema pobreza em queda
ECONOMIA

Brasil deve encerrar 2022 com índices de extrema pobreza em queda

AGRICULTURA

Tecnologia de ressonância magnética reduz perdas de fertilizantes

TRABALHO E PREVIDÊNCIA

Proposta estabelece piso salarial de R$ 3,2 mil para vigilantes

TRANSPORTE

Projeto prevê bilhete único nacional para sistemas de transporte público

MATO GROSSO DO SUL

Incêndios e estiagem colocam cidades em situação de emergência

EM ANÁLISE

Projeto que muda norma geral para concursos públicos retorna ao Senado

Mais Lidas

DOURADOS

Acusado de raptar a ex e trocar tiros com a polícia tem alta e é levado para delegacia

DOURADOS

Homem que trocou tiros com a polícia na Linha do Potreirito havia sequestrado a ex

EMBRIAGUEZ

Caminhonete ocupada por cinco jovens capota na BR-376

DOURADOS

Douradense contaminado com "varíola dos macacos" viajou para o Paraguai recentemente