Menu
Busca segunda, 01 de março de 2021
(67) 99257-3397

Artuzi defende jornada de 6 horas aos servidores da Saúde

15 setembro 2003 - 14h54

O deputado estadual Ari Artuzi (PDT) ao tomar conhecimento da obrigatoriedade da jornada de oito horas imposta aos servidores públicos municipais da Saúde pela secretaria de Administração da prefeitura municipal de Dourados, disse que defende a manutenção de seis horas como vinha acontecendo até o mês passado.Todo o sistema público da Saúde está há vários anos funcionando a partir do horário obedecido pelos servidores, agora com a ampliação de seis para oito horas vários postos de saúde terão que fechar no horário de almoço, o que prejudica diretamente a população que necessita de atendimento e tem somente esse horário para buscar os serviços.“A pessoa que trabalha fora e tem somente o horário de almoço para buscar um serviço de vacinação para seu filho, por exemplo, encontrará a unidade de Saúde próxima de sua residência fechada e não terá acesso ao atendimento. Será que a população foi consultada ou avisada com antecedência pela prefeitura?”, questiona Artuzi.O deputado disse que está solidário aos servidores, que na sessão ordinária da Câmara desta terça-feira prometem lotar as galerias visando apoio dos vereadores pela manutenção da jornada, colocando seu escritório em Dourados e seu gabinete na Assembléia Legislativa à disposição do funcionalismo para que mais uma vez a população que tem um atendimento deficitário não seja penalizada.“O prefeito Laerte Tetila que tem consciência de que a Saúde é prioridade dentro do orçamento municipal, determina essa mudança no atendimento, altera o funcionamento no serviço de ambulâncias, deixa faltar remédios essenciais na Farmácia Popular, parece não ser o mesmo político combativo e solidário do passado e deixa a população mais carente que o elegeu a mercê da própria sorte”, desafia o deputado.Artuzi disse ainda que conhece muito bem as dificuldades das pessoas que buscam atendimento nos postos de Saúde e não vai permitir que o povo seja refém da irresponsabilidade e capricho dos administradores municipais. “Estarei ao lado dos servidores para que, com a manutenção da jornada de seis horas, a população não seja novamente penalizada”, finalizou Artuzi.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Vôlei de praia: Guto e Arthur Mariano vencem etapa do Brasileiro
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
PANDEMIA
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
ESPORTE
Jogo entre Joinville e Marcílio Dias é adiado após surto de Covid-19
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
FISCALIZAÇÃO
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
EUA
Facebook vai pagar US$ 650 milhões para encerrar ação por violar privacidade
REGIÃO
Embriagado, homem é preso após bater em carro estacionado
EDUCAÇÃO
Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira
PANDEMIA
Repórter fotográfico de MS morre vítima do coronavírus
PANDEMIA
Dourados figura com 82% de ocupação dos leitos de UTI/SUS para Covid-19
ESPORTE
Campeonato Gaúcho: Internacional estreia contra Juventude na segunda

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
PANDEMIA
Mais uma pessoa morre por covid em Dourados e casos confirmados se aproximam de 21 mil
DOURADOS
Homem é suspeito de incendiar carro de vizinho após ser mordido por cachorro