Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE & BEM - ESTAR

Alto consumo de açúcar pode gerar vício comparado ao uso de drogas

03 maio 2021 - 11h05Por R7

Nos momentos de ansiedade e incerteza, como o que vivemos nos últimos tempos, muitas pessoas recorrem ao açúcar para fazer o papel de calmante ou de apoio para superar outras faltas trazidas pelo distanciamento social.

Mas os especialistas lembram que o excesso de açúcar não é bom para o organismo, além de causar uma espécie de dependência na pessoa.

O psiquiatra Arthur H. Danila, coordenador do Programa de Mudança de Hábito e Estilo de Vida do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da USP), explica que ingerir açúcar por impulso incentiva a pessoa a comer mais do que o necessário.

“Alimentos ricos em açúcar ou gordura, podem desencadear fortemente esses sistemas de recompensa, estimulando a ingestão alimentar além das necessidades energéticas.”

O nutrólogo do Hospital Moriah Marcelo Cassio de Souza conta que essas sensações de prazer e conforto são comuns pela ingestão do doce. 

“Dá um pico de glicemia que sobrecarrega o pâncreas, mas é prazeroso. O cérebro se sente satisfeito. Mas, essa sensação de prazer é rápida. Em seguida, a pessoa tem uma certa depressão. Aí come de novo para ter a sensação boa novamente. A caloria que vem é bem maior do que a necessária para viver”, explica o médico.

A reação de não conseguir parar faz com que, muitas vezes, o consumo de açúcar seja comparado ao vício em álcool ou drogas. O psiquiatra observa que ainda não existem estudos finalizados sobre o assunto. Mas, evidências indicam que seja possível essa ligação.

“Ratos com 12 horas de acesso ao açúcar e 12 horas de privação apresentaram compulsão alimentar e abstinência. Como as mesmas estruturas cerebrais relacionadas à recompensa respondem ao açúcar e às drogas, há razão para acreditar que os mecanismos de produção de comportamento viciante, bem como respostas físicas e psicológicas estão relacionados”, alerta Danila.

Ele também relata que os animais chegam a buscar mais o açúcar, do que as drogas.

“Alguns estudos demostraram que os ratos acham altos níveis de doçura da sacarina ou sacarose mais recompensadores do que a cocaína, mesmo para ratos que já eram dependentes de cocaína”, explica o médico.

Fica claro que o excesso de calorias trazida pelo açúcar pode causar danos à saúde que vão além da obesidade e da diabetes.

“O açúcar é um alimento muito inflamatório, e vai causar danos em maior ou menor grau em todo mundo”, completa Marcelo Cassio de Souza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido