sexta, 12 de agosto de 2022
Dourados
25°max
13°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COMO SE PROTEGER?

Brasil tem mais de 29 mil golpes por mês em anúncios de emprego

05 agosto 2022 - 18h50Por Redação RH DNews

Com 11,3 milhões de desempregados, o Brasil também se tornou um terreno fértil para golpes em quem busca uma recolocação. Segundo levantamento da plataforma de compra e venda OLX, cerca de 29 mil golpes por mês foram aplicados em pessoas que buscavam trabalho de janeiro a maio de 2022.

As fraudes vão desde anúncios de vagas falsos, com o intuito de conseguir informações pessoais dos candidatos, como CPF e dados bancários, até golpes financeiros, com a cobrança de taxas para seleções de vagas que não existem.

Geralmente, os criminosos realizam anúncios na internet, com ofertas de empregos chamativas, prometendo altos ganhos com poucas horas de trabalho e home office.

Outros, enviam mensagens de texto ou em aplicativos como o Whatsapp usando indevidamente nomes de empresas reconhecidas para atrair as vítimas.

Pesquisa complementar realizada pela OLX, com cerca de 1500 pessoas mostrou que 46% delas haviam buscado vagas de emprego online nos últimos dois meses. No primeiro contato, 80% das pessoas já passam o número do celular, 64% o e-mail e o nome completo e 18% o número do CPF.

Com essas informações, os fraudadores continuam a conversa por outros canais, fora dos sites de anúncios de vagas, em ambientes com menos segurança.

56% dos entrevistados indicaram que recebem retorno por aplicativos de mensagem após se candidatarem a vagas de emprego e outros 45% por e-mail.

Carteira de trabalho assinada (45%), carga horária (43%), não precisar de experiência prévia (43%) e salário (39%) são os diferenciais que mais atraem quem procura emprego.

“Na grande maioria dos golpes, os fraudadores utilizam de engenharia social para atrair possíveis vítimas. Em um cenário de queda do poder aquisitivo e alto número de desempregados, as pessoas ficam mais vulneráveis", diz Beatriz Soares, diretora de Produto e Operações na OLX.

“Muitas pessoas desconhecem a importância de proteger seus dados pessoais, como número de telefone, e-mail, CPF e dados bancários e acabam passando essas informações. Nas mãos dos fraudadores, elas podem ser utilizadas para aplicar golpes futuros, seja enviando mensagens com ofertas fraudulentas para novos golpes, ou mesmo passando-se por essas pessoas para abrir contas bancárias ou roubar a identidade para atrair novas vítimas”, completa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia resgata adolescentes que eram forçadas à prostituição
FRONTEIRA

Polícia resgata adolescentes que eram forçadas à prostituição

JUDICIÁRIO

André Mendonça leva ao plenário do STF ações contra a PEC Kamikaze

SAÚDE

MS cria grupo técnico de enfrentamento à varíola dos macacos

SISTEMA DE PAGAMENTO

Chefe do BC desmente Bolsonaro e diz que bancos não perdem com PIX

Em menos de uma semana, mais um recenseador é assaltado

ASTRONOMIA

'Superlua de esturjão' última do ano será vista nesta quinta-feira

PANTANAL

Trabalhador é resgatado por aeronave após acidente em fazenda

ELEIÇÕES 2022

Consórcio de imprensa suspende realização de debate presidencial

PONTA PORÃ

Homem é preso após receber R$ 1 mil em notas falsas

TÊNIS

Bia Haddad elimina nº 1 do mundo e vai às quartas no Canadá

Mais Lidas

TRAUMATISMO CRANIANO

Madrasta de menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA é presa em Dourados

ÁGUIA

Mega-operação mira tráfico de drogas e cumpre 10 mandados em Dourados

BR-376

Morto após capotar veículo carregado com maconha tinha 24 anos

LATROCÍNIO 

Adolescente de 16 e menina de 11 anos matam e jogam corpo de idoso em rio