Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
PARCERIA

UEMS e Itaipu Binacional assinam convênio de R$ 7,8 milhões

11 setembro 2020 - 19h50Por Da Redação

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Unidade de Mundo Novo, e a Itaipu Binacional assinaram um Convênio de Cooperação Técnica e Financeira para construir e equipar um “Laboratório de Fertilidade do Solo" e um "Herbário", além de  desenvolver ações socioambientais e técnico-científicas na região do Cone-Sul do Estado. O valor total a ser investido será de R$ 7,8 milhões, dos quais R$ 5 milhões serão repassados pela Usina Hidrelétrica.

Nesta sexta-feira, dia 11 de setembro, integrantes do corpo técnico da Itaipu Binacional visitaram a UEMS de Mundo Novo para conhecer os locais onde serão construídas as instalações previstas no Convênio e se reuniram com o Gerente da Unidade Universitária, professor Leandro Marciano Marra, e com o grupo de docentes que farão parte do projeto.

O Laboratório de Fertilidade do Solo contribuirá para análises de solo da região, o que beneficiará os produtores rurais e as empresas públicas e privadas de Mato Grosso do Sul.

O Secretário de Governo e Gestão Estratégica (Segov) do Estado, Eduardo Corrêa Riedel, destaca que ações de educação, ciência e tecnologia são prioridade do atual Governo. "Esse convênio não é só infraestrutura. É um modelo de referência com objetivos específicos que abrigará perspectivas positivas, desafios, atuando como um campo fértil para a produção do conhecimento e desenvolvimento da sociedade”.

Além disso, o Herbário, que será o primeiro da UEMS, construído na Unidade de Mundo Novo, fortalecerá o conhecimento sobre os exemplares da flora brasileira e toda sua biodiversidade.

"Esse convênio demonstra o potencial que a Universidade tem, especialmente a Unidade de Mundo Novo, de contribuir com o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul. Além disso, essa parceria proporcionará novos horizontes para o Ensino, a Pesquisa e a Extensão no Cone-Sul e fortalecerá, cada vez mais, essa região do Estado, afirma o Reitor da UEMS, professor Laércio Alves de Carvalho.

Já o desenvolvimento de Ações Socioambientais e Técnico-Científicas visam contribuir, em contrapartida, com a diminuição dos danos ambientais causados pelo surgimento de processos erosivos, carreamento de metais pesados, poluição das águas e do solo. Esses fatores, aliados a outras ações antrópicas culminam no arraste de sedimentos às bacias hidrográficas que abastecem o lago de Itaipu e, portanto, contribuem para a diminuição da vida útil do reservatório, geram maiores gastos com manutenção da barragem e aumentam os custos da geração de energia.

“Esse investimento que estamos fazendo na região vai ao encontro de uma necessidade muito importante, que é a conservação da qualidade da água e da vida útil do reservatório, permitindo a geração de energia”, avaliou o diretor de Coordenação da Itaipu, general Luiz Felipe Carbonell.

O convênio, que foi assinado na primeira quinzena de agosto de 2020, terá 36 meses de vigência para execução do que está previsto no Plano de Trabalho. A parceria contará ainda com ações nas áreas de Educação Ambiental, Ecologia e Conservação, Sustentabilidade, dentre outras.

Infraestrutura

Serão construídos 481 m² de obra, sendo 150 m² para o Herbário e 331 m² para o Laboratório de Fertilidade do Solo. Totalizando um valor aproximado de R$ 2 milhões em obras.

Também serão adquiridos mais de 70 equipamentos de laboratório, um micro-ônibus de 25 lugares, um moto gerador para autonomia de energia na Unidade I da UEMS de Mundo Novo e um novo Transformador, além da previsão de construção e instalação de hidrantes. 

O gerente da UEMS de Mundo Novo enfatiza que tanto o Laboratório de Fertilidade do Solo, quanto o Herbário serão de grande importância para a Universidade, a cidade de Mundo Novo e o Mato Grosso do Sul.

"Esse projeto fortalece parcerias, diversifica o olhar da Itaipu Binacional sobre essa região do Cone-sul e Sul-fronteira, além de fortalecer os novos projetos da UEMS, como a implantação do curso de Agronomia para nossa Unidade. Esse projeto, realizado pelo corpo docente da UEMS, vem a somar com o desenvolvimento técnico-científico e prestação de serviço de qualidade a produtores rurais e à sociedade em geral”, afirma Leandro Marciano Marra.

Tecnologia e Conhecimento

Do valor repassado, mais de 700 mil reais serão investidos no desenvolvimento de dez projetos de pesquisa e oito projetos de extensão. Treze docentes estão envolvidos nas atividades, sendo onze da UEMS Mundo Novo, um da UEMS de Aquidauana e um da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Integrantes do corpo técnico da Itaipu Binacional também acompanharão as atividades.

O Herbário, construído na Unidade de Mundo Novo, será o primeiro da UEMS. A professora Vanessa Pontara explica que os Herbários documentam a biodiversidade florística de uma determinada região, sendo importantes fontes de consultas para pesquisadores do Brasil e do mundo. "Além disso, as coleções botânicas apresentam realidades, a exemplo da perda da biodiversidade, que servem como base para a elaboração de políticas para o desenvolvimento sustentável e para a preservação do meio ambiente", detalha a docente da UEMS.

A ideia é que o Herbário também seja utilizado, entre outras funções, para armazenar exemplares da flora do Refúgio Maracaju, pertencente à Itaipu Binacional, localizado na divisa do Brasil com o Paraguai, entre as cidades de Mundo Novo e Salto del Guairá.

“Essa região carece de infraestruturas capazes de auxiliar nos levantamentos da flora, apoiar os inventários da biodiversidade e orientar os agricultores quanto às melhores práticas do manejo e conservação do solo e da água; com essa parceria, será possível colocar em prática essas e outras ações”, apontou o superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu, Ariel Scheffer da Silva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
FRONTEIRA
Prefeito paraguaio diz que 'polícia encobre o autor de chacina
'LOREM IPSUM'
Governo Bolsonaro faz post sem conteúdo sobre mil dias de gestão
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
MEIO AMBIENTE
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
CORTE DE VERBA
Bolsonaro sanciona lei que retira mais de R$ 600 milhões da ciência
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
REGIÃO
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
CULTURA
Festival de dança valoriza a melhor idade e promove a confraternização
VIOLÊNCIA
Diretor-adjunto é condenado por estuprar criança de 10 anos em escola
DOURADOS
Incubadoras da UFGD selecionam propostas de novos empreendimentos
CAPITAL
Ao se negar entregar celular a ladrão, menina de 12 anos é esganada
VACINA
Saúde reduz intervalo da AstraZeneca de 12 para 8 semanas

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido
CLIMA
ASSUSTADOR: Vídeo mostra chegada da tempestade de poeira em Dourados
CLIMA
Ventos de 40 km/h causam estragos em Dourados