Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905
JUDICIÁRIO

TJ/MS prorroga regime de plantão extraordinário até 14 de junho

22 maio 2020 - 19h05Por Da Redação

Estará publicada no Diário da Justiça da próxima segunda-feira, dia 25 de maio, a Portaria nº 1.768, que prorroga o regime de plantão extraordinário até o dia 14 de junho, dentre outras providências.

Confira abaixo a íntegra da norma.

PORTARIA Nº 1.768, DE 22 DE MAIO DE 2020.

Prorroga prazos da Portaria nº 1.746, de 24 de abril de 2020, referente ao Regime de Plantão Extraordinário, na forma da Portaria nº 79, de 22 de maio de 2020, do Conselho Nacional de Justiça; e dá outras providências.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, no uso de suas atribuições regimentais; e

CONSIDERANDO a edição da Portaria nº 79, de 22 de maio de 2020, do Conselho Nacional de Justiça, que prorroga o prazo de vigência das Resoluções nº. 313, de 19 de março de 2020; nº. 314, de 20 de abril de 2020; e nº. 318, de 7 de maio de 2020;

CONSIDERANDO o disposto no art. 227 da Constituição Federal que assegura direitos à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade;

RESOLVE:

Art. 1º Prorrogar, ad referendum do Conselho Superior da Magistratura, para o dia 14 de junho de 2020, o prazo de vigência da Portaria nº 1.746, de 24 de abril, passando os arts. 1º, 9º e 11 do referido diploma a vigorar nos seguintes termos:

“Art. 1º Prorrogar para o dia 14 de junho de 2020, o prazo de vigência da Portaria nº 1.726, de 24 de março de 2020, observadas as novas regras de suspensão de prazos processuais e demais providências estabelecidas pela Resolução nº 314, de 20 de abril de 2020, do Conselho Nacional de Justiça, e por essa Portaria, no que couber.” (NR)
.................................................................................................................

“Art. 9º Ficam suspensas, até 14 de junho de 2020, as sessões do Tribunal do Júri, mesmo aquelas envolvendo réus presos, por impossibilidade de sua realização por videoconferência.” (NR)
.................................................................................................................

“Art. 11. Esta Portaria entra em vigor a partir de 01 de maio de 2020 e terá validade até 14 de junho de 2020, prorrogável caso o período emergencial decorrente da pandemia do novo Coronavírus – COVID-19 exija.” (NR)

Art. 2º Fica alterado o inciso VII do art. 6º da Portaria nº 1.726, de 24 de março de 2020, passando a vigorar nos seguintes termos:

“Art. 6º ...................................................................................................
.................................................................................................................

VII - pedidos de acolhimento familiar e institucional, desacolhimento, ações para perda ou suspensão do poder familiar, adoção e outras envolvendo interesses de crianças e adolescentes.
....................................................................................................” (NR)

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Campo Grande, 22 de maio de 2020.

Des. Paschoal Carmello Leandro

Presidente

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Polícia procura por segundo envolvido em assalto a delegado
CARTÃO DE CRÉDITO
Polícia alerta para golpe aplicado em idosos em Dourados
JUSTIÇA
Corretor deve devolver sinal dado em negócio não concretizado
POLÍCIA
Garota de programa que levaria droga para capital é presa na MS-164
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido
TRANSPORTE AÉREO
Dourados vai continuar sem voos comerciais por mais um mês
ECONOMIA
Dólar fecha em queda e cai abaixo de R$ 5,30
MEDIDA
Comissão de Ética manda Mandetta cumprir seis meses de "quarentena"
FACE SHIELD
Voluntários doarão 30 mil máscaras para profissionais de saúde em Dourados e região
SAÚDE
Fumante com coronavírus tem 14 vezes mais chances de morrer

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher