Menu
Busca quinta, 03 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
SÁBADO

Som da Concha apresenta os shows "Cantinhos do Brasil" e "Um dia após o outro"

21 novembro 2020 - 16h20Por Portal do MS

O projeto Som da Concha - Lives 2020 promovido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), apresenta nesse sábado (21), às 18h, o show “Cantinhos do Brasil” com Guto Colato e o trio Cordas de Rua e às 19h, é a vez do músico Gustavo Vargas com o show “Um dia após o outro”. Toda a programação será exibida pelo www.youtube.com/fundacaodeculturamsoficial

O show “Cantinhos do Brasil” nasceu de um desejo pessoal e entusiasta do artista objetivando manter viva a boa música brasileira, por meio da música instrumental, herança de seu avô (in memoriam), com quem Guto Colato aprendeu seus primeiros acordes até amadurecer e chegar as suas composições e trabalhos; o músico vem se aperfeiçoando no violão e guitarra brasileira, bem como no universo do “jazz”, temas em que estão presentes à sofisticação harmônica, rítmica e melódica.

Para o Som da Concha, o músico e seu trio “Cordas de Rua” apresentam um show ousado e bastante versátil, denominado "Cantinhos do Brasil", onde tocam um repertório diversificado, permitindo ao público conhecer ou reconhecer a diversidade das culturas e a versatilidade da nossa música brasileira; uma apresentação que é um passeio pelo Brasil contendo levadas de baião, frevo, bossa nova, samba, choro, choro-canção, forró, toada e valsa-mineira, ou seja, a música instrumental brasileira que integra o circuito cultural das grandes metrópoles do Brasil e no mundo.

Guto Colato com seu trio "Cordas de Rua” tem a seguinte composição: Guto Colato (violão e guitarra); Luiz Pacheco (contrabaixo); Alvani Calheiros (sopro e scaleta) e Marcus Loyola (bateria). O músico-instrumentista também apresentará uma composição autoral, em homenagem ao seu avô e a influência da música do mineiro Toninho Horta, canção está que fará parte de seu primeiro disco instrumental, intitulado “Pés na Estrada”, o qual prevê seu lançamento para o próximo ano. Guto Colato e seu quarteto trazem arranjos inéditos de obras de renomados compositores brasileiros, como Bené Gomes, Geraldo Vandré, Sivuca, Tom Jobim, Dominguinhos e outros, demonstrando as características do violão e guitarra brasileira, com suas harmonizações, levadas e improvisação.

Gustavo Vargas

Já o show “Um dia após o outro” do músico Gustavo Vargas irá apresentar composições autorais de seu álbum lançado em 2014 intitulado “Era para Ser” e músicas de outros autores que percorreram esses 21 anos de carreira. O show terá a participação dos músicos Weslley da Silva, Davi Galvão, Sergio Henrique, Daniel Magela e será irreverente e bem-humorado com alguns pontos dramáticos, assim uma experiência quase teatral para o espectador.

Gustavo Vargas atua há mais de duas décadas no ramo de apresentação musical nos estados de Mato Grosso do Sul e Paraná, com o melhor da MPB de nosso estado em qualidade de execução. Além de músico, é ator registrado pelo Sindicato de Atores e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Paraná (SATED-PR), atuou como professor no Cena Hum (Curitiba-PR) e participou de vários espetáculos teatrais e musicais na mesma cidade.

Em Campo Grande, atua em bares, festas, restaurantes, casas noturnas, eventos corporativos, formaturas, casamentos e comemorações. Seus estilos abrangem desde a MPB mais clássica até o Pop Rock, Reggae, Forró, Samba, Internacional, Música Francesa e outros ritmos. Seu modo de atuação varia os ritmos de acordo com a plateia, enquanto está vai respondendo ao artista qual estilo ela prefere, criando assim um repertório improvisado e personalizado àquele público, propiciando ao espectador uma experiência única, que não se repete. A intenção é sempre permitir que o cidadão saia de sua rotina e crie situações internas de vivência emocional que o retire do lugar comum, da repetição exaustiva do cotidiano, que em épocas de (pós) pandemia são extremamente estressantes e, sem a catarse de descarga desses acúmulos, gerando instabilidade social e psíquica de nossa comunidade.

Som da Concha – O projeto criado em 2008 pela Fundação de Cultura proporciona shows aos finais de semana com entrada franca na Concha Acústica Helena Meirelles, que fica no Parque das Nações Indígenas. O projeto valoriza e difunde a produção musical sul-mato-grossense, selecionando músicos instrumentistas ou cantores solos, bandas ou grupos musicais residentes em Mato Grosso do Sul.

Serviço – Devido a pandemia do Covid-19, a edição 2020 do projeto acontece por meio de lives pelo www.youtube.com/fundacaodeculturamsoficial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul não registra óbito por dengue há três meses
42 VÍTIMAS EM 2020
Mato Grosso do Sul não registra óbito por dengue há três meses
Detran publica calendário de licenciamento anual e alerta sobre extinção do modelo antigo em 2021
IMPOSTO
Detran publica calendário de licenciamento anual e alerta sobre extinção do modelo antigo em 2021
Governo apresentará meta de déficit para 2021, diz Guedes
ECONOMIA
Governo apresentará meta de déficit para 2021, diz Guedes
MPF quer quebra de sigilo de processo que investiga 'ostentação do tráfico'
OPERAÇÃO STATUS
MPF quer quebra de sigilo de processo que investiga 'ostentação do tráfico'
Dourados completa um mês no 'vermelho' em mapa da Covid e Naviraí atinge 'risco extremo'
PROSSEGUIR
Dourados completa um mês no 'vermelho' em mapa da Covid e Naviraí atinge 'risco extremo'
AMAMBAI
Traficante tenta fuga, mas é preso com mais de meia tonelada de droga
PEDESTRIANISMO
Paratleta diz que 21k de Bonito vai ajudar na busca por índice para Maratona de Tóquio
CELEBRAÇÃO
Egresso da Unigran vence o Techstars Startup Weekend On-line Centro-Oeste
EM ÔNIBUS
Jovem suspeito de matar namorada é preso em Anaurilândia
ECONOMIA
Vendas do comércio sobem 6,1% no fim de semana da Black Friday

Mais Lidas

PANDEMIA
Casos de coronavírus levam fechamento de três agências bancárias em Dourados
POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
MAUS TRATOS
Mãe é denunciada após apagar cigarro na mão da filha em Dourados
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso