Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
REGIÃO

Professora morre ao ter moto atingida por carro

09 agosto 2020 - 08h30Por Redação

Uma professora da Escola Municipal São Francisco, de Fátima do Sul, morreu após acidente de trânsito ocorrido às 19h de sábado (8). Cida Lima pilotava uma motocicleta que foi atingida de frente por um veículo na Rua Tenente Antonio João.

Conforme o Fátima News, a vítima chegou a ser socorrida por equipe do Corpo de Bombeiros, mas devido à gravidade dos ferimentos não resistiu e faleceu no Hospital da SIAS.

A publicação local revela ainda que a motocicleta foi arrastada por aproximadamente 40 metros e ficou presa sob o carro.

Equipe da Policia Militar foi informada pelo motorista do carro que outro veículo cruzou a sua frente no cruzamento da Rua Tenente Antonio João com a São Geraldo. Realizado teste do bafômetro, não foi apurada embriaguez.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Unidade 1 da UFGD está atendendo, de forma restrita, pela recepção
GREVE
Funcionários dos Correios acatam decisão judicial e voltam ao trabalho
EDUCAÇÃO
UEMS prorroga até esta quarta-feira a eleição da Comissão Permanente
SAÚDE
Justiça libera recursos para compra de medicamento para o bebê Írio
PONTA PORÃ
Polícia Federal apreende 42 quilos de cocaína na região de fronteira
CAMPO GRANDE
Cabeleireiro encontrado em córrego sofria de depressão e deixa filha de 12 anos
JUDICIÁRIO
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido
DEFRON
Polícia apreende veículo com drogas escondidas em compartimento oculto
BRASIL
Com emendas do Senado, Câmara aprova novo Código de Trânsito Brasileiro
CAPITAL
Motociclista morre quatro dias após sofrer grave acidente com S-10

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita