Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Pouco mais de 20% dos municípios do MS implementou Lei Geral

11 março 2013 - 14h44




Apenas 18 dos 79 municípios (22,78%) do Mato Grosso do Sul implementaram a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que prevê tratamento diferenciado aos pequenos negócios.



Neles, 53 mil empresas, que geram mais de 350 mil empregos diretos, contam com maior espaço nas compras governamentais, facilidade no acesso ao crédito, tributação especial, incentivo à formalização dos empreendedores individuais (EIs); entre outras vantagens.



Mas, esse número poderia ser maior. Caso todas as cidades utilizassem de fato os dispositivos legais previstos, aproximadamente 100 mil pequenos negócios e 45.500 EIs seriam beneficiados.



“Aqui, quase todas as empresas são micro e pequenas, por isso, é necessário que as fomentemos. Elas são a vida da cidade, pois geram emprego e renda, garantindo retorno à economia da região”, destaca Valdecir Costa Campos, Agente de Desenvolvimento Local de Bodoquena. O município é um dos que colocaram a lei em prática e, hoje, 64% dos contratos firmados pela Prefeitura são com pequenos negócios.



Orientação aos líderes municipais



A partir das 14 horas desta quarta-feira (13), o Sebrae/MS, o Tribunal de Contas do Estado e a Assomasul (Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul) promovem no Pleno do TCE/MS, na Capital, o encontro “Tribunais de Contas e o Desenvolvimento Local”.



O evento visa orientar líderes prefeitos, secretários, senadores e deputados sobre a importância e os processos legais para a implementação da Lei Geral. Na ocasião, será assinado um “Termo de Compromisso” entre os realizadores do evento no Estado (TCE/MS, Sebrae/MS e Assomasul); o Governo do Estado e prefeituras.



A iniciativa acontece no mesmo dia em outros Estados e é promovida nacionalmente pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Instituto Rui Barbosa (IRB) e a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon).



Estarão em destaque, por meio de palestras e filmes, as compras governamentais, o papel dos Agentes de Desenvolvimento, os Microempreendedores Individuais e a desburocratização nos procedimentos para abertura de empresas.



São parceiros na realização do encontro a Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase); a Associação Nacional dos Auditores - Ministros e Conselheiros Substitutos - dos Tribunais de Contas (Audicon); a Confederação Nacional dos Municípios (CNM); o Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad); a Frente Nacional de Prefeitos (FNP); a Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa; a Subchefia de Assuntos Federativos (SAF) e a União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Saldo da balança comercial de MS no 1º trimestre é de US$ 493 milhões
CONTRABANDO
Carro abarrotado com 1,5 mil pacotes de cigarros é apreendido
JUSTIÇA
Família de vítima de disparo de arma de fogo será indenizada
POLÍTICA
Mandetta continua no governo com apoio de militares e da cúpula do Congresso
ANASTÁCIO
Jovem morre após bate motocicleta em trator na rodovia MS-170
CORONAVÍRUS
Agepen recebe doação de álcool 70 para trabalho dos servidores nos presídios de MS
INDÚSTRIA
BRF diz que unidade de aves de Dourados está autorizada a exportar para a China
CAPITAL
Homem mata vizinho a facadas após discutir sobre limpeza de vila de casas
COVID-19
Saúde confirma segunda morte por coronavírus em MS
CORONAVÍRUS
Comitê pede cuidados básicos ao projetar aumento de fluxo nas ruas de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior