Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
COINCIDÊNCIA

Policial militar morre no mesmo local onde salvou bebê há um ano

01 outubro 2017 - 07h58

Numa triste coincidência, o policial militar Agustinho Marques do Amaral, 48 anos, morreu na manhã deste sábado, dia 30 de setembro, no pelotão da PM (Polícia Militar) do bairro Nova Lima, o mesmo local em que, no mês de maio de 2016, salvou a vida de uma bebê.

Na ocasião, a família da menina chegou ao posto da polícia em desespero e Amaral, que estava sozinho, prestou socorro por meio de orientações repassadas pelo telefone por uma bombeira. Segundo o site Campo Grande News, hoje, a família do policial relata que ele estava mais uma vez sozinho e pretende registrar reclamação, por avaliar que o sargento teria que estar na companhia de ao menos dois soldados.

“Ele não podia abandonar o posto, porque [no local] tem armas e não resistiu”, diz o gerente Emerson Marques do Amaral, 38 anos, irmão do policial.

De acordo com ele, o irmão chegou ao trabalho às 7 horas e assumiu o posto sozinho, mesmo passando mal. Por volta das 7h30, sofreu um infarto e pediu socorro pelo rádio, mas já foi encontrado sem vida pelos colegas.

Com 27 anos na PM, Amaral também era líder comunitário no Jardim Campo Novo. O seu falecimento foi informado durante a conferência sobre o plano de coleta seletiva, realizada neste sábado em Campo Grande. Na ocasião, houve um minuto de silêncio.

A previsão é de que o velório aconteça, na igreja Assembleia de Deus, localizadas na rua Kartum, 499, no Jardim Campo Novo. Ele era casado e deixa dois filhos.

Especial

Na tarde de 23 de maio do ano passado, o então cabo Amaral foi surpreendido por um carro que chegou às pressas e de onde desembarcou familiares desesperados e uma menina desacordada. De imediato, fez os procedimentos de primeiros socorros e, na sequência, com auxílio do 193, salvou Brenda, que tinha 11 meses.

Ao relembrar a situação em entrevista ao Campo Grande News, com a voz embargada pelas lágrimas, o policial relatou que foi a ocorrência mais especial da sua vida. “É salvar uma criança e isso a gente nunca espera que vai acontecer e não tem nada que pague”.

Pesar - A PM divulgou nota de pesar neste sábado, lamentando a morte do sargento, lotado no 9ºBPM (Batalhão da Polícia Militar).

“O Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, Coronel PM Waldir Ribeiro Acosta e toda a família policial militar, manifestam profundos sentimentos à família, rogando a Deus que, na sua infinita bondade, possa oferecer conforto a todos nesse momento de despedida e dor”, diz a nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aced questiona prefeitura e diz que horário estendido evita aglomeração no comércio
DOURADOS
Aced questiona prefeitura e diz que horário estendido evita aglomeração no comércio
LOTERIA
Com maior premiação da história alcançada, Loteca pode pagar R$ 5,7 mi na segunda
Em 24h, MS confirma quase 1,3 mil novos casos e 9 mortes por Covid-19
PANDEMIA
Em 24h, MS confirma quase 1,3 mil novos casos e 9 mortes por Covid-19
BODOQUENA
Acidente que matou dois em rodovia aconteceu durante tentativa de ultrapassagem
PORTO MURTINHO
Mulher morre após marido perder controle de moto e cair
DOBRADINHA
Articulação com o governo garante ligação asfaltada a bairro de Dourados
BALANÇO
Apreensões de drogas em MS ultrapassam 700 toneladas
PANDEMIA
Infectologista ressalta pesquisas científicas e diz que estamos vivendo o pior momento da Pandemia
FEMINICÍDIO
Mulher é assassinada a facadas e suspeito também teria matado a mãe dela há dois anos
DEODÁPOLIS
Contratado por 'coroa', homem é preso com carro abarrotado de maconha

Mais Lidas

DOURADOS
Novo decreto não autoriza horário estendido do comércio em dezembro
TRÊS LAGOAS
Mãe vê menina com vizinho ao chegar do trabalho e descobre estupro
ECONOMIA
Pessoas que receberam auxílio emergencial irregular serão cobradas por SMS
PANDEMIA
Com novo óbito, Dourados confirma sexta morte por Covid em quatro dias