Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
CAPITAL

Polícia faz buscas por suspeito de matar jovem próximo a unidade de saúde

13 agosto 2020 - 20h35Por Da Redação

Equipes do GOI (Grupo de Operações e Investigações) e da 4ª Delegacia de Polícia Civil fizeram buscas na tarde desta quinta-feira, dia 13 de agosto,  em Campo Grande, pelo suspeito do assassinato de Jefferson Aparecido Gonçalves, de 22 anos. 

O rapaz foi executado por volta das 5 horas da manhã de hoje, perto da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas. De acordo com o delegado Nilson Friedrich, responsável pelo inquérito, a vítima teria se desentendido com o autor, um suposto traficante da região, e entrado em vias de fato em uma praça. 

Segundo o site Midiamax, o suspeito saiu do local em um veículo GM/Corsa e chegou a tentar atropelar algumas pessoas que lá estavam. Em seguida, o suspeito voltou de moto, discutiu mais uma vez com a vítima e atirou. Jefferson chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
POLÍCIA
Adolescente de 17 anos estupra criança de seis em Laguna Carapã
BRASIL
Mourão defende que dados de queimadas passem por 'ajustes e correções'
REGIÃO
Homem descumpre medida protetiva, persegue a ex pela internet e vai preso
BRASIL
Barroso defende trabalho da imprensa no combate à desinformação
DADOS
Pandemia do coronavírus reduz em 50% doações de medula óssea em MS
POLÍCIA
Dois ficam feridos em acidente na MS-134
TURISMO
Governo federal regulamenta turismo de trilhas no Brasil
RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
PARANAÍBA
Homem quebra móveis, bate na mulher e vai preso

Mais Lidas

PERIGO POTENCIAL
Vendaval pode atingir Dourados e outras 35 cidades de MS, segundo alerta do Inmet
DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
ELEIÇÕES 2020
Convenções chegam ao fim e sete nomes são lançados à prefeitura de Dourados
FRONTEIRA
Estudante morre após procedimento estético em clínica clandestina