Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
POLÍCIA

PMA inicia operação carnaval com enfoque na prevenção da pesca predatória

21 fevereiro 2020 - 06h35Por Da Redação

A pesca estará fechada no período de carnaval em todos os rios do Estado, a exceção, que está aberta apenas a modalidade pesque-solte na calha do rio Paraguai, desde o dia 1º de fevereiro. Devido ao grande índice de turistas que adentram o Estado no período de carnaval, bem como os que já estão na região de Corumbá e Porto Murtinho pescando na modalidade pesque-solte, a Polícia Militar Ambiental começa nesta sexta-feira, dia 21 de fevereiro, às 08 horas, a “Operação Carnaval”, com foco principal na prevenção e repressão à pesca predatória, no sentido de evitar que turistas que vão pescar, possam cometer infrações.

Durante a operação carnaval passada, a PMA autuou 16 pessoas e aplicou R$ 22 mil em multas por pesca, desmatamento, incêndio e poluição sonora e ainda apreendeu maconha.

ESTRATÉGIA

Nesta operação, está permitida somente a pesca na modalidade pesque-solte na calha (leito) do rio Paraguai, diferentemente do ano passado (2019), em que a pesca estava liberada em todos os rios, exatamente, no início do período de Carnaval. Dessa forma, o Comando da PMA reforçará o policiamento nos municípios de Corumbá e Porto Murtinho, para monitorar o pesque-solte no leito do rio Paraguai, evitando a pesca predatória, bem como outras Subunidades das cidades com tradição carnavalesca e com tradições pesqueiras, que receberão maior número de turistas, tais como: Bonito, Jardim, Coxim, Aquidauana e Miranda. As Subunidades receberão efetivo da sede (Campo Grande) e de outras Subunidades situadas em cidades que não receberão muitos turistas durante o carnaval.

Na bacia do rio Paraná, as Subunidades dos municípios de Cassilândia, Bataguassu, Aparecida do Taboado, Batayporã e Três Lagoas, além dos postos fixos das Cachoeiras do rio Anhanduí, em Bataguassu, Rio Verde, em Água Clara e Salto do Pirapó, em Amambai reforçarão os trabalhos, contando com todo o efetivo, inclusive, o efetivo administrativo. Além disso, os demais postos instalados nas cachoeiras e corredeiras durante a operação piracema receberão reforços durante a operação carnaval.

Equipes da sede (Campo Grande) também farão fiscalização itinerante, exercendo serviços de barreiras e fiscalização fluvial, especialmente nas regiões de divisas do Estado e Fronteira. 310 homens das 26 subunidades estarão envolvidos na operação. Apesar de o foco ser a fiscalização à pesca, outros tipos de crimes ambientais serão fiscalizados, tais como: o desmatamento ilegal, exploração ilegal de madeira, incêndios, às carvoarias ilegais e ao transporte de carvão e de outros produtos florestais e outros crimes contra a flora, caça e outros crimes contra a fauna, bem como transporte de produtos perigosos e atividades potencialmente poluidoras.

Crimes de outra natureza também serão coibidos nas barreiras e fiscalizações ambientais da PMA, como têm sido realizados nos trabalhos rotineiros, quando se tem apreendido drogas, armas, contrabando, veículos furtados e roubados e outros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Com lição de Guayaquil, Flamengo mantém programação à espera de definição de jogo contra o Palmeiras
POLÍCIA
Gaúcho é preso por tráfico de drogas na rodoviária de Dourados
ELEIÇÕES
TSE: em pronunciamento, Barroso pede cuidado com pandemia e fake news
DOURADOS
Jovem é flagrado com duas armas e é preso
POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
BRASIL
Ministro da Educação diz que jamais incentivou discriminação
TEMPO
Domingo de calor com probabilidade de chuva em Dourados
LOTERIA
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 60 milhões
TV DOURADOS NEWS
Trabalho na Funtrab com a pandemia foi diferenciado, diz Geraldo Sales
STF
Leis estaduais sobre taxa de religação de energia elétrica são inconstitucionais

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete