Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
JURI

PM vai a julgamento por desviar 143 litros de combustível da corporação

14 janeiro 2020 - 22h35Por Da Redação

No dia 3 de março, às 14 horas, será julgado na Auditoria Militar de Campo Grande, um policial militar acusado de desviar combustível da corporação. Ele teria feito abastecimentos até mesmo no período em que esteve afastado do trabalho. O julgamento será presidido pelo juiz Alexandre Antunes da Silva. 

Segundo denúncia do Ministério Público Estadual, os desvios foram constatados entre 3 de fevereiro e 18 de agosto de 2017. Durante averiguação do sistema de desempenho, um policial responsável pela gestão das viaturas encontrou irregularidades no abastecimento do veículo Yamaha Lander utilizado pelo réu.

Foi constatado que, apesar de a capacidade do tanque da moto ser de 11 litros, o policial fez 13 abastecimentos acima do máximo permitido, totalizando ao menos 143 litros desviados. O total de combustível consumido se mostrou incompatível com o percurso percorrido pelo militar. Ele usava a moto para distribuição de documentos e não estava sujeito ao mesmo tipo de trabalho ostensivo dos demais colegas.

“Ademais, o denunciado permaneceu de licença para tratamento de saúde em 12 de Julho a 17 de Agosto de 2017, não tendo devolvido a motocicleta na época de seu afastamento e continuou realizando abastecimentos nesse período, em contradição à determinação da P-4 do 7º BPTRAN. Por derradeiro, o denunciado estava escalado no BPTRAN nos dias 18 a 21 de Agosto de 2017, todavia, constatou-se que o seu veículo percorreu apenas um quilômetro, sendo também totalmente incompatível para a sua função”, consta na denúncia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APÓS 10 ANOS
Conselho da Uems se reúne para definir volta de vestibular
OPERAÇÃO FOCUS
Pecuarista é multado em R$ 6,5 mil por incêndio em área de vegetação nativa
DOURADOS
Ex-secretário que cumpria prisão domiciliar é colocado em liberdade
COMER BEM
Saladas Mr Fit: variedade para sua dieta
JUSTIÇA
Corregedor da Câmara pede continuidade de processo contra Flordelis
INDENIZAÇÃO DE R$ 6 MIL
Vara de Dourados condena Loja e operadora de cartão por cobrança indevida
MUNDO NOVO
Ameaça e briga entre irmão termina com um preso por porte de droga
GARRAS
Investigação resulta na apreensão de grande quantidade de munições para fuzil
STF
Fachin nega pedido de Lula para suspender processo do tríplex
EDUCAÇÃO
Profissões da área da saúde estão em alta na pandemia

Mais Lidas

DECIBÉIS
Operação do Gaeco mira fraudes em licitações e cumpre cinco mandados em Dourados
INVESTIGAÇÃO
Policiais do Gaeco fazem nova operação em Dourados
DOURADOS
Gaeco deixa edifício com documentos apreendidos após mais de 5h
CAPITAL
Mulher com mandado de prisão em aberto é executada com oito tiros