Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(67) 99659-5905

Pesquisas Desenvolvidas em São Gabriel do Oeste une Produção à Sustentabilidade

12 dezembro 2012 - 18h45

A Embrapa Pantanal e parceiros desenvolvem projetos ligados à sustentabilidade da suinocultura no município de São Gabriel do Oeste, junto a produtores de suínos da cidade localizada a 130km da capital de Mato Grosso do Sul.

Os estudos realizados em uma Unidade Demonstrativa de Produção Intensiva Integrada Sustentável instalada em um lote no Assentamento Campanário por meio do projeto de pesquisa consistem na diversificação do sistema de produção utilizando biofertilizante, produzido a partir da biodigestão de dejetos das granjas. O que antes podia ser um problema ambiental foi convertido em lucro para o produtor e inclusão social. A prática vem aumentando ganhos de produtividade agropecuária com baixos custos energéticos e reduzido consumo de fertilizante mineral, seguindo as recomendações do Pisa: produção integrada de sistemas agropecuários.
A proposta passa pela implantação da chamada ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta), que vem sendo estimulada pela Embrapa e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) por meio do Pisa (Produção Integrada em Sistemas Agropecuários).

As pesquisas indicam que os resíduos biodigeridos dos suínos funcionam como fertilizantes nobres na ILPF/Pisa, bem como na recuperação de áreas degradadas, com ganhos de produtividade e redução de externalidades ambientais. Os produtores com biodigestores ainda podem gerar energia elétrica para consumo próprio e eventualmente obter renda a partir da venda do excedente de energia pela geração distribuída.

A reciclagem de nitrogênio e o uso de energia renovável (metano do biogás) em cadeias agropecuárias integradas podem reduzir substancialmente a contribuição humana para a mudança climática. Segundo o pesquisador da Embrapa responsável pela pesquisa, Ivan Bergier, o uso de água de chuva armazenada para a limpeza das granjas, e até mesmo para a irrigação, também prevê balanços favoráveis quanto ao uso dos recursos hídricos: “A sustentabilidade requer o uso de energia renovável e de insumos reciclados para substituir ao máximo o uso de combustíveis fósseis e fertilizantes químicos oriundos do petróleo, que ampliam em demasia a ‘pegada humana’ da agricultura”, explica Ivan.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO DE DROGAS
Veículo é flagrado transportando 100 kg de maconha pela MS-156
DOURADOS
Unidades de saúde retomam atendimentos odontológicos eletivos
CONCURSO
Governo divulga resultados dos recursos do processo seletivo para atuação na Agepen
DOURADOS
Agetran suspende mais de 40 mototaxistas ausentes em vistoria obrigatória
DOURADOS
Vacinação antirrábica tem pontos fixos no sábado no Jardim Flórida e na Vila Industrial
PANDEMIA
MS ultrapassa 70 mil casos de coronavírus e taxa de contágio está em 1.00
FUTEBOL
Oitavas da Copa do Brasil terá duelo que já decidiu campeão; veja confrontos
CONTÁGIO
Afastado após operação, Justiça autoriza volta de Dobes à prefeitura
DOURADOS
Gastos da prefeitura com pessoal sobem e superam limite prudencial
PANDEMIA
EUA têm aumento de casos de novo coronavírus em 27 estados

Mais Lidas

DECIBÉIS
Operação do Gaeco mira fraudes em licitações e cumpre cinco mandados em Dourados
INVESTIGAÇÃO
Policiais do Gaeco fazem nova operação em Dourados
DOURADOS
Gaeco deixa edifício com documentos apreendidos após mais de 5h
CAPITAL
Mulher com mandado de prisão em aberto é executada com oito tiros