Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397
ANAURILÂNDIA

Pesando 19 quilos, adolescente fará tratamento à base de maconha

21 julho 2021 - 22h20Por Carlos Ferraz

Um adolescente de 12 anos, conseguiu na Justiça, liberação para tratamento com medicamento à base de canabidiol, substância química encontrada na maconha. Morador da zona rural de Anaurilândia, cidade localizada na região do Vale do Ivinhema, o menino está pesando 19 quilos e já fez uso de outros sete remédios diferentes fornecidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A mãe do garoto, procurou a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, após perceber que todos os tratamentos feitos pelo garoto e fornecidos pelo SUS não estavam tendo efeito. Segundo o site Campo Grande News, o adolescente é portador da trissomia do cromossomo 11 e além do atraso no desenvolvimento, sofre com crises de epilepsia diárias.

No pedido inicial, feito pelo defensor público, Natanael Claudino de Araújo Junior, consta que o menino tinha até duas crises convulsivas por dia por conta da epilepsia, mostrando que os esquemas terapêuticos fornecidos pelo SUS não haviam dado resultado,

O pedido foi negado em primeiro grau, mesmo com parecer favorável do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Com isso, a defensora pública, Sara Zam Segura Marçal, fez um pedido autônomo de concessão de tutela recursal antecipada para o fornecimento do medicamento com prescrição médica.

Na justificativa, a defensora destaca que o adolescente está gravemente doente, já que a trissomia do cromossomo 11 evoluiu para atraso global do desenvolvimento neuropsicomotor e para epilepsia refratária.  Por isso, a demora na tutela poderia gerar dano irreparável na saúde do menino que também é portador de hipotireoidismo.

“Com a falta da medicação, as convulsões são cada vez mais recorrentes. Após as crises, o adolescente fica muito choroso, o que, inclusive, tem dificultado sua alimentação, motivo pelo qual está com 19 quilos, necessitando fazer acompanhamento gástrico”, pontuou Sara.

O pedido de tutela provisório foi concedido pelo desembargador Paulo Alberto de Oliveira que na decisão determinou que o tratamento a base de canabidiol deve ser fornecido pelo Município de Anaurilândia e pelo Estado ao adolescente em 20 dias, sob pena de sequestro de valores.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Passageira dorme em ônibus e só descobre furto das malas na rodoviária
SELIC
Copom eleva juros básicos da economia para 5,25% ao ano
Golpistas que teriam contratado andarilho para sacar empréstimo são presas
LOTERIA
Veja as dezenas do concurso 2.396 da Mega-Sena, prêmio de R$ 46 milhões
PF apreende jatinho com mais de uma tonelada de cocaína em aeroporto
FORTALEZA
PF apreende jatinho com mais de uma tonelada de cocaína em aeroporto
NÚMEROS DA PANDEMIA
Sob ameaça da variante delta, Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de Covid
AQUIDAUANA
Padrasto é condenado a 14 anos de prisão após estupro de enteada
FUTEBOL
STJD aceita pedido do Flamengo e libera volta do público aos estádios
BATAYPORÃ
Juiz nega quebra de sigilo bancário de ex-líder do PSL assassinada
DOURADOS
UFGD abre inscrições para curso on-line de português para estrangeiros

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo