Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
AÇÃO CONJUNTA

Operação intensifica combate aos incêndios na região do Pantanal

03 agosto 2020 - 17h05Por Da redação

O combate aos focos de calor no Pantanal de Corumbá segue de forma ininterrupta pela Operação Pantanal II, coordenada pelo Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul e o 6º Distrito Naval da Marinha, esta com sede no município de Ladário. As ações completam 11 dias nesta segunda-feira (3), empregando cerca de 320 militares e civis e cinco aeronaves das Forças Armadas.

O clima seco e as dificuldades de acesso por terra à planície pantaneira continuam desafiando uma das maiores operações já realizadas para conter os incêndios, que já consumiram mais de 815 mil hectares de vegetação nativa da região, segundo o Ibama. Com a propagação do fogo no Pantanal de Mato Grosso, a força-tarefa também atuará no vizinho Estado.

O retorno do avião cargueiro Hércules (C130) às operações, sanados problemas mecânicos, foi fundamental para a eliminação de alguns focos no domingo, localizados num raio de 50 km na região centro-norte de Corumbá. A aeronave realizou quatro lançamentos de água (48 mil litros) nesse dia, a partir das 6h35, decolando da Base Aérea de Campo Grande.

Na manhã desta segunda-feira, ocorreu a infiltração de grupamentos de bombeiros, marinheiros e brigadistas do Ibama nos principais focos, ao Norte de Corumbá, com deslocamento aéreo e lançamentos simultâneos de água pelo Hércules.

Bombeiros e brigadistas atuam mais de oito horas por dia nas áreas do fogo: superando o cansaço físico
O tenente-coronel Huesley Silva e o contra-almirante Sérgio Guida, da base naval da Marinha, realizaram um sobrevoo de reconhecimento dos focos de calor que estão ocorrendo na divisa de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, com o objetivo de planejar ações de combate também naquela região, onde está localizado o Parque Nacional do Pantanal.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) mantém seus homens em campo, com o apoio logístico da Marinha, dando sequencia as ações de fiscalização e orientação ambiental nas comunidades ribeirinhas e fazendas localizadas na área onde estão ocorrendo os focos de calor, em Corumbá.

Policiais ambientais, com o apoio da Marinha, percorrem fazendas e comunidades ribeirinhas: conscientização
Os policiais ambientais visitaram propriedades e aglomerados ribeirinhos do Rio Paraguai ao Norte da cidade, alertando os moradores sobre os perigos em relação a danos que podem ser provocados a partir de pequenos focos de incêndios, oriundos, principalmente, da queimada para limpeza de áreas de pequenas lavouras e pastagem.

A ação da PMA, que integra a Operação Pantanal II, teve o apoio de fuzileiros navais da Marinha e transporte aéreo realizado pelo Super Cougar (UH-15), helicóptero da Marinha. O comando da PMA informou que a fiscalização e o trabalho de orientação será intensificada esta semana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Modelo é estuprada sob ameaça e usa rede social para falar do crime
POLÍTICA
Maia diz que visita de secretário de Trump afronta autonomia do Brasil
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 22 mil por desmatamento ilegal de vegetação nativa
FUTEBOL
Prefeitura do Rio autoriza volta do público aos jogos no Maracanã
CAPITAL
Um dia após pedir medida protetiva, mulher tem pertences incendiados
RECURSOS NATURAIS
Egressa da UEMS desenvolve cosméticos artesanais veganos
SÃO GABRIEL
Censurado, outdoor anti-bolsonarista amanhece com Artigo da Constituição
UFGD
Inscrições ao Vestibular de Licenciatura em Letras-Libras começam 2ª-feira
BRASILÂNDIA
Após ganhar liberdade, mulher que matou homem volta para prisão
RECURSOS
União deposita R$ 20 milhões da Lei Aldir Blanc para Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

PERIGO POTENCIAL
Vendaval pode atingir Dourados e outras 35 cidades de MS, segundo alerta do Inmet
DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
ELEIÇÕES 2020
Convenções chegam ao fim e sete nomes são lançados à prefeitura de Dourados
FRONTEIRA
Estudante morre após procedimento estético em clínica clandestina