Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Novo município do MS aprova políticas de apoio a pequenas empresas

10 janeiro 2013 - 14h20




A Câmara Municipal de Paraíso das Águas-MS regulamentou por unanimidade dos vereadores, na noite desta quarta-feira (9), a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (MPEs); a primeira a ser aprovada no município recém-criado, em sessão de abertura do calendário legislativo.



Os mecanismos jurídicos preveem tratamento especial nas compras governamentais, por meio de decretos e editais de licitação, até parcerias com entidades que promovam capacitação do empresariado e a criação da figura do “Agente de Desenvolvimento”, responsável por viabilizar ações de fomento aos pequenos negócios.



Assim como em outras cidades, o Sebrae é o responsável pelo monitoramento das evidências que apontam se as normas previstas de acordo com a Lei Complementar nº 123/06 estão ou não sendo cumpridas. “Parabenizamos a administração pela atitude e visão empreendedora. Isso abre caminho para a inclusão das MPEs no desenvolvimento local e nos permite um ambiente para fomentarmos a regulamentação da lei”, enfatiza Cláudio Mendonça, diretor superintendente da entidade no MS.



Agora, com a inclusão de Paraíso das Águas, 64 dos 79 municípios sul-mato-grossenses possuem a Lei Geral regulamentada e 18 já a implementaram, ou seja, tiraram do papel: Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Batayporã, Bodoquena, Caarapó, Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Inocência, Itaquiraí, Ivinhema, Maracaju, Nioaque, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Sidrolândia e Sonora.



Município caçula



Em 2003, Paraíso das Águas foi emancipado pelo governo do MS, após a realização de plebiscito em Água Clara, Costa Rica e Chapadão do Sul, que apontou 96,34% de aprovação, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS).



Mas o decreto de emancipação foi questionado judicialmente pela prefeitura de Água Clara, alegando prejuízo econômico devido à perda de território. O impasse terminou em dezembro de 2009, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou válido o decreto estadual que dava autonomia à Paraíso das Águas; e a escolha do prefeito e vereadores foi feita nas eleições do ano passado, que elegeram Ivan Xixi como o primeiro líder do município que conta hoje com uma população estimada de 5,2 mil habitantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
Ministro julga inviável ação do PDT contra suspensão de prazos do Enem 2020
CULTURA
CCBB Educativo disponibiliza acervo digital de arte-educação
BRASIL
Combate à pandemia mobiliza voluntários em diversas frentes
COVID-19
Barreiras sanitárias abordaram 13,6 mil pessoas em MS
MUNDO
Papa inicia Semana Santa com celebração sem presença de fiéis
COVID-19
Gerente técnico de medicamentos da Vigilância Sanitária alerta sobre riscos da automedicação
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Mais de mil servidores com salários acima de R$ 4,5 mil receberão na segunda
MS
Procuradoria-Geral do Estado mantém seção especial sobre o Covid-19 no site
STJ
Negado pedido de habeas corpus coletivo para todos os presos em grupos de risco do coronavírus

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira