Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021
(67) 99257-3397
BATAGUASSU

Mulher pediu medida protetiva quatro dias antes de ser morta pelo ex

17 maio 2021 - 20h05Por Da Redação

Janaína Suelen Ponciano, de 31 anos, já havia registrado boletim de ocorrência contra o ex-marido dias antes de ser morta por ele. Ela procurou a delegacia de Bataguassu, cidade localizada na divisa com o estado de São Paulo, no dia 10 de maio, Márcio Cordeiro de Novaes, 43 anos, não aceitava o fim do relacionamento. Ele a ameaçou e dizia que iria se matar, mas não iria sozinho.

Na delegacia, Janaína contou que havia terminado o relacionamento há dois meses, mas Márcio não aceitava o término. No dia 10 de maio, quatro dias antes de ele atirar na cabeça de Janaína, o assassino mandou foto de uma arma para o tio dela.

Segundo o site Campo Grande News, consta no boletim de ocorrência que após mandar a foto ele disse que teria vendido a arma para comprar uma bicicleta elétrica, mas que ainda tinha mais duas guardadas.

A vítima contou que ele fazia ameaças e ainda dizia que iria se matar, mas que não ia sozinho. Ainda conforme boletim de ocorrência registrado por Janaína poucos dias antes de morrer, ela chegou a afirmar que ele fez videochamada r com uma faca no próprio pescoço dizia que se mataria e que Janaína havia arruinado a vida dele.

Após o registro do boletim de ocorrência, Janaína ainda conseguiu medida protetiva contra o ex—marido, ele deveria ficar a uma distância mínima de 100 metros dela.

Márcio chegou a ser intimado na quarta-feira (12), mas nem a medida protetiva foi capaz de impedir que Márcio fosse atrás de Janaína em sua casa e atirasse na cabeça dela, ela não resistiu e acabou morrendo no hospital no dia 14.  Eles foram casados por 16 anos e tinham uma filha de 12 anos.

Márcio foi preso no último sábado (15), no Bairro Santa Luzia em Bataguassu. Nas buscas, os policiais localizaram a arma utilizada no crime, um revolver calibre 38, que estava escondido sobre o telhado de uma residência no Jardim Acapulco.

Crime-

Após ser baleada na cabeça, Janaina Suelen Ponciano, de 31 anos, não resistiu e morreu na noite dessa sexta-feira (14), no hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas. O crime aconteceu na tarde de sexta-feira, em Bataguassu.

O tiro acertou a cabeça da vítima, que caiu em um corredor da casa onde morava, que fica entre o quarto e o banheiro. Após acertar a vítima, o suspeito fugiu do local do crime em um veículo Fiat/Uno. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Justiça argentina começa interrogatórios sobre morte de Maradona
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CAPITAL
Mulher é acusada de agredir e xingar policiais em bairro de Campo Grande
FUTEBOL
Copa América: seleção chega ao Rio de Janeiro para jogo contra Peru
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
INTERNET
Pesquisa aponta inacessibilidade de sites culturais
LEGISLATIVO
Câmara aprova isenção de impostos para beneficiários do "Casa Verde Amarela"
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 82% dos indígenas receberam 1ª dose, diz Ministério da Saúde
COVID-19
Estado acolhe flexibilização de medidas em Dourados, mas mantém bandeira "cinza"
ESPORTES
Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
REGIÃO
Homem é executado a tiros na rodoviária de Nova Alvorada do Sul
DOURADOS
Jovem é encontrado caído em via na área central e estado de saúde é grave
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463