Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE PÚBLICA

MS registra mais de 240 casos de dengue em uma semana

18 novembro 2020 - 14h52Por Gizele Almeida

Mato Grosso do Sul continua a registrar novos casos notificados e confirmados de dengue. Balanço divulgado nesta quarta-feira (18) pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) mostra que em uma semana, o Estado obteve mais de 240 novas notificações.

O comparativo é possível, diante de análise dos dados do boletim do dia 11, quando os registros de notificados chegava a 70.670 e, análise ao boletim atual, com 70.913 notificações, ou seja 243 novos.

No que se refere ao número de casos confirmados da doença, também houve aumento no mesmo período (11 a 18 de novembro), sendo este de 228 novos, com o total atual em 39.274.

Com todas as 79 cidades com situação de alta incidência da doença, assim considerado quando o número de casos notificados ultrapassa 300 por 100 mil habitantes, 2020 é também o ano que mais registrou vítimas fatais da doença (42), nos dados observados desde que a SES realiza o acompanhamento da doença (2013). O maior número destas ocorreu em Campo Grande, sendo 7. Em Dourados foram 3. Corumbá obteve 4. Veja mais no mapa ao lado. 

Conforme boletim atual, as cidades que possuem maior incidência da doença são Douradina, São Gabriel do Oeste, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Ponta Porã, Jateí, Amambaí, Naviraí, Ladário e  Glória de Dourados, sendo que nestas o índice de incidência figura entre 5 a 7 mil.

Em Dourados, os casos notificados da doença, conforme o levantamento chegam a 2.205. Na capital, são 18.948. Em Ponta Porã são 5.527 casos. 

Ainda conforme os dados, do total de casos notificados no Estado (70.913), 55.7% correspondem a mulheres e 44.3% correspondem a homens. 

No “ranking”, com maior número de casos confirmados está Campo Grande, com 12.578, seguida de Ponta Porã, com 4.003, Três Lagoas, com 2.788, Amambai, com 1.744, Corumbá, com 1.436, Dourados, com 1.195. 

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o qual se utiliza de recipientes com água parada nos quintais e terrenos para se reproduzir. O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) faz o combate a doença em Dourados e recebe denúncias de pontos que possam ter ambiente propício para o mosquito. O telefone do centro é : 3411-7753. 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Comissão debate a criminalização de práticas preconceituosas por agentes de segurança
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate a criminalização de práticas preconceituosas por agentes de segurança
Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
REGIÃO
Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
EDUCAÇÃO
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
REGIÃO
Homem é preso suspeito de furtar televisores e notebooks de colégio
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
REGIÃO
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
DOURADOS
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
EVENTO
7ª edição da Semana Espírita de Dourados começa nesta terça-feira
REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Dois Ceims suspendem atividades por falta de energia em Dourados
CORUMBÁ
Polícia intervém em briga generalizada que envolvia até menor
IBGE
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia