segunda, 06 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
23°min
Campo Grande
34°max
23°min
Três Lagoas
36°max
25°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Mídia Ciência relata a história da extração de diamantes em Rochedo

24 outubro 2020 - 16h00Por Naiane Mesquita/Portal MS

O município de Rochedo, em Mato Grosso do Sul, faz parte da trajetória da extração de diamantes do Brasil. Para contar a história de como a cidade entrou na rota das pedras preciosas, o projeto Mídia Ciência de Jornalismo Científico preparou uma série de vídeos com informações importantes e curiosas sobre a criação da cidade, que chegou a receber 5 mil pessoas nas margens do Rio Aquidauana em busca do minério.

Distante a apenas 82 km de Campo Grande, capital do Estado, Rochedo foi durante a década de 30, um expoente da extração de diamantes na região Centro-Oeste. O nome, inclusive, é em homenagem as rochas localizadas na margem esquerda do Rio Aquidauana, onde os primeiros acampamentos de migrantes vindos do Nordeste se fixaram para iniciar o trabalho.

De acordo com o levantamento de dados do projeto Mídia Ciência, a extração de diamantes na cidade permaneceu durante quase duas décadas, sendo que o primeiro diamante descoberto foi uma pedra de 16 quilates, encontrado pelas mãos do garimpeiro baiano José Antônio.  

Sem nenhuma estrutura para receber os garimpeiros, a região precisou se reordenar para atender o grande fluxo de pessoas e o movimento financeiro. Surgiram pensões, pontes, mercearias e as primeiras famílias de imigrantes japoneses, árabes e portugueses. Um fato curioso é que a família Ishikawa era a única que possuía um motor de luz e o único rádio da cidade, motivo que levou o local a ser ponto de encontro para que os trabalhadores pudessem ouvir as informações que chegavam do outro lado do Oceano Atlântico, sobre a Segunda Guerra Mundial.

Valorização das ciências humanas

Para o coordenador do Mídia Ciência, André Mazini, os vídeos produzidos pelo projeto celebrando o aniversário de Mato Grosso do Sul evidenciam a importância do trabalho desenvolvido por pesquisadores das ciências humanas na reconstrução histórica do Estado. “Nessa série abordamos alguns acontecimentos e personagens muito interessantes, mas ainda não muito conhecidos em todo o Estado, como os poderosos tchecos que instalaram duas cidades em Mato Grosso do Sul, a história da ex-escrava que construiu uma comunidade livre em Campo Grande e agora a caça aos diamantes na região de Rochedo”, explica.

Os vídeos com mais informações sobre a história de Rochedo e da extração de diamantes no Estado serão publicados no perfil do @midiaciencia no Instagram e no Facebook. A trajetória dos tchecos e da Tia Eva também estão disponíveis no endereço eletrônico, onde é possível acompanhar o conteúdo e conhecer mais sobre a ciência e os pesquisadores que contribuem para a construção em Mato Grosso do Sul.

O projeto Mídia Ciência de Jornalismo Científico é uma realização da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motociclista que atropelou e matou jovem já respondia por dirigir bêbado
NIOAQUE

Motociclista que atropelou e matou jovem já respondia por dirigir bêbado

CVM

Petrobras é alvo de investigação após fala de Bolsonaro sobre preços

IVINHEMA

Homem é preso pela PM após dirigir embriagado e atropelar pedestre

JUDICIÁRIO

Ministra Rosa Weber libera pagamento das emendas do 'orçamento secreto'

Polícia apreende em SP 7,4 toneladas de maconha que saíram de Dourados

Polícia apreende em SP 7,4 toneladas de maconha que saíram de Dourados

AGRONEGÓCIO

Governo libera 500 agrotóxicos em 2021 e bate recorde na série histórica

Homem é detido por populares após furtar café, leite condensado e pêssego

PRAZO DE 48 HORAS

Ministro do STF vê 'inércia' e cobra resposta sobre passaporte da vacina

PONTA PORÃ

Centenas de pessoas acompanham enterro de mãe e filho mortos na fronteira

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Com "MS +Ciência" governo investe R$ 30 milhões em pesquisa e inovação

Mais Lidas

DOURADOS

Vídeo mostra jovem deitando em rua antes de acidente

DOURADOS

Homem morre atropelado no Jardim Piratininga e motorista foge do local

DOURADOS

Jovem estava deitado na rua e motorista de caminhão disse que não percebeu atropelamento

COMUNIDADE VITÓRIA

Briga em bar termina com homem morto esfaqueado em Dourados