quarta, 25 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
AJUDA

Mais Social já é renda extra para 67 mil famílias sul-mato-grossenses

28 janeiro 2022 - 07h19Por Da Redação

Com 67 mil famílias cadastradas, o Mais Social, programa do Governo do Estado, chegará a meta inicial de 100 mil famílias beneficiadas em Mato Grosso do Sul, ainda no primeiro semestre. A informação foi repassada pela secretária Elisa Cleia Nobre, titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

“Vamos chegar as 100 mil famílias beneficiadas com o Mais Social. Mas mais do que um avanço numérico, temos que ressaltar que serão famílias sul-mato-grossenses beneficiadas com os R$ 300 reais mensais disponibilizados pelo Governo do Estado e que poderão garantir mais comida na mesa. É um avanço social e de proteção das nossas famílias em vulnerabilidade”, destacou a secretária.

Criado em abril do ano passado, o Mais Social avança em ritmo acelerado e deve cumprir em poucos meses a meta inicial. No programa, técnicos da Sedhast realizam visitas domiciliares e coletam dados das famílias em vulnerabilidade social inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Esses dados são conferidos pela equipe técnica e só assim o benefício é concedido, garantindo a transparência do programa e bom uso dos recursos públicos.

Nos 79 municípios do estado as equipes também contam com veículos novos e equipamentos de informática que aceleram o trabalho diário. O investimento do Governo do Estado no programa reflete o avanço do Mais Social, reforçando o sistema de proteção estabelecido pelo governo que incluem ainda ações como o Energia Social, que paga a conta de luz de famílias em vulnerabilidade.

Mais Social

O Mais Social é um auxílio pensado pela equipe do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa paga R$ 300 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

Equipes da Sedhast estão realizando o contato com os beneficiários, portanto é necessário aguardar a visita desses grupos de trabalho que estarão devidamente identificados e respeitando as normas de biossegurança adequadas ao atual momento de pandemia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Grávida morta com tiro na cabeça foi assassinada pelo próprio irmão
CAARAPÓ

Grávida morta com tiro na cabeça foi assassinada pelo próprio irmão

Identificada vítima fatal de colisão entre caminhões
REGIÃO

Identificada vítima fatal de colisão entre caminhões

Lincoln Portela é eleito vice-presidente da Câmara dos Deputados
CONGRESSO

Lincoln Portela é eleito vice-presidente da Câmara dos Deputados

CAPITAL

Justiça mantém prisão de vendedor de pães acusado de estuprar criança

NOVOS EDITAIS

TJ/MS vai leiloar mais de mil itens depositados judicialmente

DOURADOS

Corpo em decomposição é encontrado em rodovia

REGIÃO

Carga de cigarros contrabandeados é apreendida durante bloqueio policial

REGIÃO

Colisão entre duas carretas deixa ao menos um morto em Fátima do Sul

REGIÃO

Capivara ferida com cabo e aço é capturada para tratamento

LEGISLATIVO DE MS

Barbosinha questiona aumento de 13,53% em pedágio da BR-163 e diz que valor é abusivo

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista

MARCELINO PIRES

Vítima de acidente tinha 33 anos e era sargento na Venezuela antes de se mudar para Dourados

DOURADOS

Segunda vítima de acidente na Marcelino Pires morre no Hospital da Vida