Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
CAPITAL

Homem é atingido com tiro no rosto durante suposta briga

15 setembro 2020 - 21h35Por Da Redação

Um homem que não teve idade divulgada foi atingido com tiro no rosto no fim da tarde desta terça-feira, dia 15 de setembro, na avenida Guaicurus, esquina com a Rua Batista, no Bairro Aimoré, em Campo Grande.

Conforme a Polícia Militar, o rapaz teria sido atingido durante uma suposta briga no bairro. Segundo o site Midiamax, os moradores acionaram o Corpo de Bombeiros, mas quando equipe chegou ao local, ele já havia sido socorrido pelo irmão.

Não há informações sobre o estado de saúde da vítima, que teria sido encaminhado a uma unidade de saúde. A polícia iria realizar rondas nas localidades para identificar suposto autor do disparo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS
Próximo prefeito de Dourados terá orçamento menor no primeiro ano de governo
MS
Idosa de 84 é multada em R$ 11 mil por derrubada de árvores em área protegida
BRASIL
Bolsonaro recebe alta após cirurgia para retirada de cálculo na bexiga
DOURADOS
Bombeiros atendem segunda ocorrência de incêndio residencial no mesmo dia
DOURADOS
MPE descarta omissão de servidores e arquiva inquérito sobre homicídio na PED
PERIGO
Em alerta por onda de calor e baixa umidade, Dourados tem temperatura mais alta no ano
STJ
Confirmada indenização de R$ 450 mil para vigilante que ficou paraplégico após tiro acidental da polícia
DOURADOS
Se Justiça Eleitoral deferir, douradense terá a eleição com mais opções para prefeitura
ELEIÇÕES 2020
Câmara de Dourados deve ter concorrência superior a 14 candidatos por vaga
ISOLAMENTO
Engenheiro brasileiro enfrenta desafio em missão aeroespacial simulada

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão