Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
(67) 99659-5905
COSTA RICA

Filho acusado de agredir pai de 91 anos é preso descumprindo medida judicial

02 junho 2020 - 22h05Por Da Redação

Um homem de 52 anos foi preso em Costa Rica, cidade localizada na região Norte do Estado, por agredir o próprio pai de 91 anos e por descumprir ordem judicial de não se aproximar do idoso, em Costa Rica, cidade a 372 quilômetros de Campo Grande.

A Polícia Militar recebeu denúncia que o idoso havia sido agredido pelo filho, na qual já possuía ordem judicial para que ele não se aproximasse.

Ele foi preso no local. Segundo testemunhas o idoso vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas e foi encaminhado recentemente ao Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) onde foi relatado o abuso e a medida judicial foi concedida pelo poder judiciário local, publicou o site MS Todo Dia.

O autor recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia e está à disposição da Justiça.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Tiroteio no Estrela Porã deixa dois homens feridos
DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
FAMOSOS
Morris, par de Naya Rivera em 'Glee', quer conduzir grupo de buscas pela atriz
BRASIL
Leila Barros confirma que contraiu covid-19
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
BRASIL
Embrapa coleta bactérias e fungos com potencial econômico na Amazônia
OPORTUNIDADE
IFMS tem inscrições abertas para 120 vagas em cursos de especialização
ESPORTES
Semana será marcada pelo 1º Camping Virtual de Parataekwond
TRÊS LAGOAS
Mulher é sequestrado pelo ex na frente de familiares

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados