Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Evento destaca gestão conjunta de resíduos sólidos entre Brasil e Paraguai

04 dezembro 2012 - 18h00

Um projeto pioneiro para a gestão de resíduos sólidos na divisa entre Brasil e Paraguai. Este foi o destaque das palestras “Municípios Sustentáveis” e “Modelo de Gestão Conjunta de Resíduos Sólidos nos municípios de faixa de Fronteira Ponta Porã - Pedro Juan Caballero”.



Os eventos, ministrados por Karin Segala, coordenadora de resíduos sólidos do IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal), aconteceram na manhã desta terça-feira (4), no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, onde está sendo realizada a ExpoCidades.



O Sebrae, por meio do Projeto MS Sem Fronteiras, o IBAM e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) trabalham juntos na criação do complexo de tratamento de resíduos sólidos na região, com aterro sanitário compartilhado entre as duas cidades fronteiriças.



“Unimos as entidades e os envolvidos diretamente no processo de seleção do lixo para fazer com que o projeto tivesse essa viabilidade” destaca Karin. Segundo ela, a ideia é tratar os resíduos; trabalhar a reciclagem, inclusive da construção civil; e desenvolver a compostagem.



Para Rodrigo Maia, gerente da unidade de Indústria e Projetos Estruturantes do Sebrae no MS a gestão de resíduos sólidos apresenta oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas e também aos Empreendedores Individuais. Desta forma, cria-se a economia verde, na qual se deve acreditar.



“Ao superar o desafio de desenvolver esta iniciativa em parceria nas duas cidades fronteiriças, já que cada país possui suas peculiaridades políticas e legais, cria-se um incentivo aos demais municípios brasileiros”, destaca Maia.



Entrega do Caderno de Sustentabilidade



Os prefeitos eleitos e representantes de empresas e do governo, presentes na ExpoCidades, receberam no estande do Sebrae/MS o Caderno de Sustentabilidade – Gestão de Resíduos Sólidos, que trata sobre o tema.



A publicação, que tem por objetivo orientar gestores públicos, empresários e futuros empreendedores, foi elaborada pela entidade no Estado e lançada oficialmente em julho, durante a Rio+20. O documento está disponível para consulta no campo “Estudos e Pesquisas” do site do Sebrae Mato Grosso do Sul – www.ms.sebrae.com.br.



A entidade iniciou um trabalho junto às administrações municipais do Mato Grosso do Sul, que até o final deste ano terão que apresentar o próprio Plano de Destinação de Resíduos Sólidos, conforme determinação da Lei 12.305, de 12/08/10.



“O desafio é incorporar à sociedade as regras dessa nova política e, ao mesmo tempo, tornar os negócios mais competitivos, pensando ainda em novas atividades

Deixe seu Comentário

Leia Também

RESTRIÇÕES
Comércio da capital volta a funcionar na segunda-feira
BRASIL
Rio terá turnos de trabalho para não lotar transporte público
PREVENÇÃO
Direção Viva alerta sobre importância de higienizar veículos automotores como prevenção contra o Coronavírus
STF
Ministro julga inviável ação do PDT contra suspensão de prazos do Enem 2020
CULTURA
CCBB Educativo disponibiliza acervo digital de arte-educação
BRASIL
Combate à pandemia mobiliza voluntários em diversas frentes
COVID-19
Barreiras sanitárias abordaram 13,6 mil pessoas em MS
MUNDO
Papa inicia Semana Santa com celebração sem presença de fiéis
COVID-19
Gerente técnico de medicamentos da Vigilância Sanitária alerta sobre riscos da automedicação
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira