Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Em uma semana, operação Pantanal II reduz de 163 para 40 os focos de incêndio em Corumbá

01 agosto 2020 - 18h00Por Portal/MS

Há uma semana o Governo do Estado decretou emergência ambiental no Pantanal e iniciou a Operação Pantanal II de combate às chamas. Neste período os focos de incêndio que somavam 163 no dia 24 de julho, caíram para 40 nesta sexta-feira (31). Os dados são do Corpo de Bombeiros, que coordena a ação.

Os dados foram apresentados em reunião de balanço com o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). Participaram o Comandante-Geral dos Bombeiros, coronel Joilson, chefe do Centro de Monitoramento animal, tenente-coronel Moreira e o chefe da comunicação, tenente-coronel, Carminatti.

Mais de 320 militares e civis estão envolvidos na tarefa de eliminar os focos de calor. A operação conta com o apoio de cinco aeronaves, sendo quatro helicópteros e um avião Hércules C130, fundamentais para levar água para áreas de difícil acesso que estão queimando.

Em quatro dias dois helicópteros realizaram 66 investidas. O avião Hércules é capaz de soltar até 12 mil litros de água em cada sobrevoo e fez quatro lançamentos em dois dias. Somadas, as aeronaves foram responsáveis por despejar 71 mil litros de água em áreas com fogo.

“Nós fizemos o decreto de emergência ambiental com a clareza da gravidade da situação, e a necessidade de uma articulação institucional. Uma semana depois vemos o empenho de todos os setores envolvidos e os bons resultados obtidos. Teremos meses difíceis pela frente e precisamos dessa ação integrada para minimizar os impactos ambientais”, afirma o secretário Jaime Verruck.

A ação integrada conta com apoio do Governo Federal por meio do Ministério da Defesa, Ministério do Meio Ambiente, Forças Armadas com a Marinha, além do Corpo de Bombeiros, Polícia Miliar Ambiental e Ibama.

Situação crítica no Pantanal

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul atendeu 661 ocorrências de incêndios florestais em 2020, sendo 58 apenas em Corumbá. O número de atendimentos de janeiro até agora no município é mais que o dobro do mesmo período de 2019 e 2018, quando somavam 28 e 24 respectivamente.

Mato Grosso do Sul é classificado como o 5º Estado do país com maior número de focos de calor, porém Corumbá é o primeiro no ranking brasileiro. Os focos de calor por bioma também são muito maiores no Pantanal do que no Cerrado, que ocupa o segundo lugar.

De janeiro a julho as queimadas consumiram cerca de 820 mil hectares na região do Pantanal. Somente em julho, a estimativa é de que mais de 180 mil hectares tenham sido devastados pelas chamas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Procon adota medidas de biossegurança para proteger funcionários e usuários
DOURADOS
Equipe do Samu se desloca para atender vítima de facadas em bairro
SIDROLÂNDIA
Motorista fica ferido após capotar veículo na rodovia MS-162
CARACOL
Polícia apreende arma de fogo, munições e dinheiro em espécie
FUTEBOL
Cuca é o novo técnico do Santos e pode estrear no domingo pelo Brasileirão
EMENDA
Com apoio de Marçal, Nova Andradina inaugura Centro de Convenções
SAÚDE PÚBLICA
SES inaugura hospital de campanha e ativa mais 10 leitos de UTI-Covid no Regional de Ponta Porã
DOURADOS
Empresa vence licitação para revitalizar margens de córrego por R$ 264 mil
BRASIL
População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE
LEGISLATIVO
Câmara de Dourados apresenta balanço do 1º semestre de 2020

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados registra mais três óbitos por coronavírus; um deles é de outro município
DOURADOS
Guardas capturam foragido da justiça próximo a residenciais de luxo
INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia prende dupla que contratou guincho para carregar veículo com drogas