Menu
Busca segunda, 30 de novembro de 2020
(67) 99659-5905

Delcídio discute unidade de prevenção do câncer em Nova Andradina

20 março 2013 - 11h37

O senador Delcídio do Amaral( PT/MS), acompanhado do diretor financeiro do Hospital de Câncer de Barretos, no interior de São Paulo, Boian Petrov, e da administradora Regina Paschoal, foi recebido em audiência pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, para discutir os detalhes do projeto de implantação da unidade de prevenção do câncer em Nova Andradina, que atenderá aos moradores de dezenas de municípios sul-mato-grossenses.

“Viemos solicitar a liberação da verba necessária à compra de equipamentos, no total de R$ 6 milhões, e mais R$ 3,9 milhões para a construção do prédio. O terreno já foi doado pela prefeitura, com a aprovação da Câmara de Vereadores. Falta apenas a chegada do dinheiro para dar início a obra o mais rápido possível”, explicou o senador, autor da emenda que viabilizou os recursos, já previstos no Orçamento Geral da União. O centro será construído pela equipe do Hospital de Câncer de Barretos.

De acordo com Delcídio, o Hospital de Barretos – referência no tratamento do câncer no Brasil - realizou estudos e concluiu que Nova Andradina situa-se numa posição estratégica para servir de base a um sistema integrado, que contará com um centro de diagnóstico, prevenção e tratamento. Os pacientes que vierem do Vale do Ivinhema, do Bolsão e da Grande Dourados serão atendidos inicialmente em Nova Andradina. Aqueles que precisarem de um tratamento de menor complexidade serão levados para Campo Grande, onde vai ser construída outra unidade, também sob a supervisão de Barretos. Os casos de maior complexidade serão transferidos para o Hospital de Barretos.

“Isso é muito importante porque proporcionará mais conforto aos pacientes que tratam o câncer em Mato Grosso do Sul, reduzindo distancias e o sofrimento dos portadores da doença e seu familiares.

###Paranaíba
Delcídio levou também ao ministro Padilha uma comitiva encabeçada pelo secretário de saúde de Paranaíba, Luciano da Silva , e integrada por técnicos da prefeitura, que está pleiteando R$ 3 milhões para investimentos em saúde na região.

“Queremos construir uma sede para a Vigilância em Saúde e outra para a central de ambulâncias, além de aumentar o teto de recursos repassados pelo SUS para procedimentos de alta complexidade”, explicou o secretário. Os recursos devem ser liberados até meados do ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Délia expede decreto para regulamentar banco de horas aos servidores da Saúde
DOURADOS
Délia expede decreto para regulamentar banco de horas aos servidores da Saúde
Índice Geral de Desempenho Industrial volta a registrar alta pelo 6º mês consecutivo
INDÚSTRIA DE MS
Índice Geral de Desempenho Industrial volta a registrar alta pelo 6º mês consecutivo
Faça você mesmo: vaso com cobogó para cultivar sua horta
ARQUITETURA E DESIGN
Faça você mesmo: vaso com cobogó para cultivar sua horta
DÍVIDAS
Parcelamento de contas atrasadas com a Sanesul termina 31 de dezembro
Saúde regulamentou nova jornada de servidores às vésperas da Operação 'Ponto Britânico'
DOURADOS
Saúde regulamentou nova jornada de servidores às vésperas da Operação 'Ponto Britânico'
HOSPITAL REGIONAL
No combate ao Covid-19, Governo abre processo seletivo para 80 profissionais de saúde
FUTEBOL DE MS
Em clássico do 'bolsão', Costa Rica abre vantagem sobre a Serc
PANDEMIA 
Com quase 100 mil casos de coronavírus, média móvel diária preocupa Saúde em MS
CAMPO GRANDE
Mulher é assassinada pelo marido que ainda coloca fogo na casa
DOURADOS 
Jovem flagrada com três tabletes de cocaína diz que venderia droga por R$ 150 mil

Mais Lidas

DOURADOS
Primeira noite com novo toque de recolher tem flagrante de festa com 119 adolescentes
DOURADOS
Decreto é republicado por incorreção, agora com brechas para esporte coletivo e boliche
DOURADOS
Homem é preso com arma após ex-namorada correr até viatura da PM e denunciar ameaça
POLICIAL
Criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo em Dourados