Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Defesa Civil alerta para frio intenso, ventos fortes na Região Sul

02 maio 2006 - 16h54

Alertas da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, seguiram nesta terça-feira (2/5) para as defesas civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul a fim de prevenir sobre a ocorrência, entre hoje e amanhã, de ventos fortes, mar agitado e queda de temperatura. A Coordenadoria de Defesa Civil do Paraná também foi avisada sobre a possível queda de temperatura e mar agitado amanhã.A previsão indica que a velocidade dos ventos poderá atingir até 70 quilômetros por hora (Km/h) no sul e no leste catarinense e até 80 km/h em todo o Rio Grande do Sul, especialmente no sul e leste gaúcho. Os moradores dessas áreas também deverão conviver com ventos constantes de até 40 km/h. A Sedec recomenda que a população evite a permanência em áreas que não ofereçam proteção contra ventos fortes.O vento forte é conseqüência da presença de um ciclone extratropical no oceano. Esse fenômeno, típico da Região Sul, é diferente do Catarina, classificado por pesquisadores como o primeiro furacão da América do Sul. Em março de 2004, o Catarina atingiu moradores de municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.A previsão meteorológica indica ainda que amanhã o mar estará agitado com ondas em alto mar de até 4 metros em todo o litoral catarinense e gaúcho e até 3,5 metros nos pontos mais distantes da costa paranaense com propagação de sul. Por causa das condições de navegação, a Sedec desaconselha o tráfego de pequenas e médias embarcações.Nas regiões mais altas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, a temperatura mínima poderá variar entre -1ºC (um grau Celsius negativos) a 3ºC, enquanto nas outras localidades desses Estados, deverá atingir entre 5°C e 10°C. No Paraná, os termômetros poderão marcar temperatura mínima de 0°C a 4°C nas áreas de maior altitude e entre 5°C a 10°C nas demais regiões. O alerta da Sedec ressalta que a sensação térmica poderá ser de temperaturas mais baixas por causa dos ventos do quadrante sul. O frio intenso faz a Sedec aconselhar que os moradores de rua recebam abrigo. Com a divulgação de alertas, a Sedec pretende evitar a perda de vidas, danos ao patrimônio e ao meio ambiente e incentivar a adoção de medidas preventivas pela população, governos estaduais e municipais. Dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe) orientaram os avisos sobre ventos fortes, frio intenso e mar agitado para o Sul do País. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
SISTEMA DE SAÚDE
Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
IMUNIZAÇÃO
Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility
ESPORTES
Liga das Nações: Brasil termina 1ª fase com vitória e enfrenta Japão
CULTURA
Exposição com obras de Conceição dos Bugres fica no Masp até janeiro
POLÍTICA
Congresso recebe iluminação verde para incentivar preservação ambiental
PANDEMIA
Brasil registra 17,9 milhões de casos de covid-19 e 501,8 mil mortes
POLÍTICA
Vereadores votam LDO da Capital na terça-feira com projeção de R$ 4,669 bilhões
BRASILEIRO
Ceará domina Inter fora de casa, mas duelo acaba empatado
REGIÃO
Jovem é detido por populares após roubar de cerveja em conveniência
ESPORTES
Judô paralímpico do Brasil vai quatro vezes ao pódio na Inglaterra

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"