terça, 18 de junho de 2024
Dourados
24ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
POLÍCIA

Criança que ameaçou menina de morte em escola é suspensa

10 junho 2024 - 21h05Por Da Redação

A criança que ameaçou uma menina, de 10 anos, com fotos de facas e áudios enviados no grupo de uma escola, em Campo Grande, foi suspensa das atividades. A mãe da vítima esteve na unidade escolar nesta segunda-feira, dia 10 de junho e foi informada sobre a suspensão.

Áudios e imagens enviadas a reportagem do site Midiamax mostram o grupo, formado por seis alunos.

Após tomar conhecimento das ameaças, a mãe da menina decidiu registrar boletim de ocorrência relatando os fatos e transferir a filha de colégio. Ela revelou que a filha nunca relatou ter sofrido bullying na escola, porém com esse ocorrido, ela acabou confessando que essas situações vêm ocorrendo desde o ano passado.

À reportagem, ela contou que foi pessoalmente na escola nesta segunda (10) para saber as providências tomadas em relação às ameaças. Ao chegar na unidade, foi informada sobre a suspensão da criança que teria feito as ameaças. Contudo, a suspensão foi somente para atividades esportivas.

Ainda conforme a mãe, a ida dela a escola foi registrada em uma ata, escrita de próprio punho. No registro, consta que as ameças foram feitas no mês de maio na casa dos alunos que fazem parte de um grupo de WhatsApp, formado por seis estudantes.

A Deaij (Delegacia Especializada no Atendimento à Infância e Juventude) afirmou que a ocorrência não foi registrada na Polícia Civil e que a escola havia tomado providências. Porém, equipes da Guarda foram acionadas para ir à escola na sexta-feira (7) e o caso será encaminhado ao Conselho Tutelar devido às idades.

Os nomes não foram colocados na matéria para preservar a identificação das crianças conforme o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

O que diz a Semed

Em nota, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) afirmou que o caso já foi esclarecido e que aconteceu no início do mês de maio. 

Explicou que seis alunos do 5º ano criaram um grupo de WhatsApp entre eles e, por volta de 0h, um dos meninos disse que não gostava da colega, mandou uma foto de faca de cozinha da casa dele no grupo e a menina tirou uma foto de duas facas e mandou no grupo, como ameaça. 

Ao vistoriar o celular do neto, a avó de um dos alunos encontrou as conversas e alertou a direção da escola, que então alertou os pais dos alunos envolvidos. Conforme a Semed, a diretora fez atas sobre o caso e orientou os pais para que vistoriem os celulares de seus filhos. 

“A Secretaria informa ainda, que há um setor na Semed chamado Secoe (Setor de Acompanhamento de Conflitos Relacionados à Evasão e Violência Escolar), que desenvolve uma ação conjunta com a Guarda Civil Metropolitana em relação a realização de palestras de orientação sobre a prevenção ao uso de drogas, violência contra a mulher e orientações às famílias em situação de risco. 

 O Projeto Escola Segura da Guarda Civil Metropolitana realiza ações e palestras de cunho preventivo, educativo e orientativo com foco na redução dos índices de violência no município de Campo Grande desde 2009. 

Todos os anos percorre as escolas municipais alcançando estudantes do 6º ao 9º ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SETE QUEDAS

Vendedor de rodos é executado a tiros após furto em conveniência

EDITAL

Edital de Convocação - Avigrand

LADÁRIO

Homem é preso acusado de perseguição e importunação sexual

EXTERIOR

Concurso de diplomata terá 50 vagas e salário de R$ 20,9 mil

Escritor Fabrício Carpinejar apresenta palestra a educadores de Dourados
EDUCAÇÃO

Escritor Fabrício Carpinejar apresenta palestra a educadores de Dourados

DELAÇÃO PREMIADA

Cid e pai depõem hoje após descoberta de nova joia ligada a Bolsonaro

SEGURANÇA VIÁRIA

Com um mês operando, CISV já recuperou mais de 15 veículos

AQUIDAUANA

Criança de quatro anos é a terceira vítima de acidente fatal na BR-262

TEMPO

Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

TRÁFICO

Maconha que seria levada para o Mato Grosso é apreendida em Dourados

Mais Lidas

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Missão Caiuá é "desclassificada" pela Sesai e deixará de atender saúde indígena em Dourados

INFORME PUBLICITÁRIO

Escola de Dourados conquista o 1° lugar do estado no Enem e a 2ª melhor colocação do Brasil

DOURADOS

Vereadores visitam famílias em situação de vulnerabilidade em ocupações em áreas de risco 

PERIMETRAL NORTE

Casal é detido após bebedeira e maus-tratos contra bebê em Dourados