Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99659-5905
EDUCAÇÃO

Comércio internacional pela rota bioceânica deve ter início em 4 anos

14 fevereiro 2020 - 18h20Por Da Redação

Sonho de décadas para integrar os quatro países (Brasil, Paraguai, Argentina e Chile) e encurtar o caminho percorrido rumo ao mercado asiático, a rota bioceânica deve entrar em operação em 2024 e tem atraído cada vez mais interesse internacional.

Nesta sexta-feira, dia 14 de fevereiro, o governador Reinaldo Azambuja recebeu embaixadores membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) – bloco econômico integrado por Brunei, Camboja, Singapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Tailândia e Vietnã.

No período da tarde, os embaixadores participaram da I Reunião Embaixadores do Asean – Mato Grosso do Sul, na Casa da Indústria, na Capital, onde receberam informações sobre rota bioceânica, a produção e as oportunidades de investimento e relações comerciais com Mato Grosso do Sul.

Apesar de já serem parceiros comerciais do Estado, os países do sudeste da Ásia têm condição de ampliar as relações comerciais do Estado, na avaliação do governador Reinaldo Azambuja.

“São parceiros, mas a parceria ainda está muito aquém da capacidade que temos de ampliar negócio. Temos condição de vender muito mais. Mato Grosso do Sul é um dos grandes exportadores do Brasil, então, o objetivo de trazer esses embaixadores do sudeste asiático é conhecer a produção sul-mato-grossense, a escala industrial, principalmente a qualidade dos nossos produtos. Nós temos produtos industrializados da melhor qualidade, com sanidade, com controle, sem agredir o meio ambiente”, afirmou o governador.

Ele destacou ainda que com a redução de 17 dias para o trânsito de mercadorias rumo ao mercado asiático significa um frete menor e maior competitividade para os produtos sul-mato-grossenses.

Obras aceleradas

Segundo o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, as obras da rota bioceânica seguem em ritmo acelerado. A principal delas é a ponte sobre o rio Paraguai.

“Nós vamos inaugurar a ponte em novembro de 2023. Estamos abrindo no dia 29 de março os envelopes da empresa contratada para fazer o projeto da ponte. As obras no Paraguai avançam muito rapidamente. Então, todo o projeto, toda a questão de alfândega, toda discussão, é que no início de 2024 a rota já comece a exportar produtos para o Chile e consequentemente para países asiáticos. Nós temos monitorado muito fortemente esse cronograma, junto com o Ministério das Relações Exteriores e com Paraguai, Argentina e Chile. Acreditamos que a rota é uma realidade, os investimentos estão ocorrendo e, por isso, nós precisamos rapidamente ver que produto é competitivo para assim que ela for inaugurada ter fluxo de produtos e pessoas”, declarou Verruck.

Mercado consumidor

Juntos, os dez países da Asean possuem população superior a 700 milhões de habitantes – de três a quatro vezes a quantidade de habitantes do Brasil, daí a necessidade grande de aquisição de alimentos, em especial proteína animal como frango, suíno e piscicultura. Existe também a possibilidade de investimentos como concessões de rodovia, ferrovia e hidrovia, entre outros.

Participaram também da reunião na Casa da Indústria: o presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Longen; presidente da Federação da Agricultura e Pecuária (Famasul), Maurício Saito; senador Nelsinho Trad, presidente da Comissão de Relações Exteriores; do ministro de carreira diplomática João Carlos Parkinson; dos embaixadores brasileiros Maria Izabel Vieira, Adalnio Senna Ganem e Marcos Arbizu e de embaixadores asiáticos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
TJMS condena réu de tentativa de furto por resistência e desacato
ECONOMIA
Petrobras bate recorde na produção de diesel menos poluente
PANDEMIA
Secretarias municipais devem encaminhar resultados de testes rápidos da Covid-19 à SES
CALIFÓRNIA
Corpo de atriz de Glee é encontrado por oficiais
REGIÃO
Adolescente é apreendido pela PM pela décima vez em 2020
BRASIL
Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica
EDUCAÇÃO
Feira científica de MS abre inscrições para alunos da rede pública e privada de todo o Brasil
REGIÃO
Quatro são autuados pela PMA por pesca ilegal no rio Sucuriú
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta atento a cenário externo
REGIÃO
Barraca de atendimento a suspeitos de Covid-19 é rasgada por vândalos

Mais Lidas

DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem