domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Com "MS +Ciência" governo investe R$ 30 milhões em pesquisa e inovação

06 dezembro 2021 - 20h20Por Da Redação

Para potencializar e incentivar as pesquisas, inovação e tecnologia, o governador Reinaldo Azambuja lançou nesta segunda-feira, dia 06 de dezembro, o programa “MS +Ciência”, que prevê o investimento de R$ 30 milhões em editais, bolsas, pesquisas e convênios voltados para o setor no 1° semestre de 2022.

O evento ocorreu no auditório do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande. “São R$ 30 milhões agora em investimento e nossa mensagem é que venham outras boas ideias, pois recursos disponíveis nós temos para contribuir ainda mais para ciência, tecnologia e inovação. São inúmeros temas de pesquisa, mestrado, doutorado e outros projetos”, afirmou o governador.

Também destacou que estes investimentos trazem benefícios para toda a sociedade. “Aqui estamos aportando mais recursos para ciências e tecnologia, pois acreditar na ciência é esperar grandes resultados para o desenvolvimento de políticas públicas, competitividade e uma economia melhor”.

O titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), secretário Jaime Verruck, destacou que todas estas ações previstas em editais, convênios e bolsas é uma concretização de tudo que foi planejado para o setor. “É assim que nós queremos ver a ciência, tecnologia e inovação aqui no Estado, que não são apenas recursos e sim a grande capacidade que temos de fazer pesquisa e de gerar resultados”.

Para o diretor-presidente da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia), Márcio de Araújo Pereira, trata-se do maior investimento para a ciência da história do Estado. “São R$ 7 milhões de bolsas, mais R$ 8 milhões voltado para inovações com empresas, universidades e setor público, além de mais R$ 15 milhões para pesquisa. Um conjunto de ações que é histórico para o Estado”.

Estes investimentos em tecnologia, ciência e inovação vão ajudar na produção de diferentes projetos em áreas como agronegócio, indústria, desenvolvimento sustentável, para impulsionar a economia local, além de tornar a gestão estadual mais ágil e moderna, com menos burocracia.

Editais

Entre os editais disponíveis está a chamada de seleção de projetos de pesquisa e inovação que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) da ONU, no valor de R$ 10 milhões, que podem participar Embrapas, fundações de pesquisas e universidades.

Já o segundo prevê concessão de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado voltados aos programas consolidados no Estado. O terceiro trata de bolsas de mestrado profissionais para contemplar programas de pós-graduação. O quarto edital é uma parceria entre Fundect, Senai, Sesi e Sebrae com foco nas empresas, para projetos de produtos ou serviços de inovação, que vão desenvolver novas tecnologias, no valor de R$ 4,7 milhões.

Convênios

Foi assinado com o Sebrae o convênio de termo de cooperação técnica e financeira para atividades previstas no Projeto Pró-Pantanal, no valor de R$ 2,8 milhões.  Já com a UFMS haverá um edital para contratação de pesquisadores visitantes recém-doutores, com um investimento de R$ 600 mil da Fundect e R$ 5 milhões da universidade.

Com a Embrapii/UFMS o convênio da Fundect é de R$ 500 mil para aporte de recursos que vão apoiar a implantação da unidade chamada “Agrotec”, que será formada por uma equipe de pesquisadores, com foco na bioeconomia e nas linhas de pesquisa de tecnologia de alimentos e sustentabilidade do agronegócio.

Já entre a Fundect e Fundems são dois convênios. O primeiro, no valor de R$ 3 milhões, permitirá pesquisas voltadas para testagem da eficiência de defensivos agrícolas, para aumentar a produtividade nas lavouras de soja e milho. Já outro tem a participação da Fundação Chapadão, que visa o desenvolvimento de plano tecnológico para produção de soja e milho nas regiões Norte e Nordeste (R$ 1 milhão).

Apoio a Piscicultura

Dentro do programa “MS +Ciência” ainda tem o apoio a Piscicultura, em um convênio entre UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e Embrapa Pantanal para desenvolver tecnologias de produção das espécies nativas de peixes de interesse comercial no Pantanal.

Também haverá R$ 337 mil para o programa Inovatec, que visa desenvolver talentos para projetos de inovação, com preferência para startups, promoção de ecossistemas e ambientes de inovação, para aumentar a competitividade de empresas do Estado.

Além do governador, participaram da solenidade os secretários Jaime Verruck (Semagro), Eduardo Rocha (Governo e Gestão Estratégica), o diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo, além de reitores das universidades públicas e particulares do Estado, assim como as entidades voltadas para ciência e tecnologia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada
BRASIL

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência
STJ

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência

BRASIL

PDT questiona medidas de desestatização da companhia de saneamento do RS

BRASIL

Mostra de Tiradentes discute mudanças do cinema em meio à pandemia

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos
COVID-19

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

MS

No período de férias, Bombeiros alertam para cuidados durante as trilhas

PANDEMIA

STJ convoca sessão extraordinária do Pleno para discutir retorno das atividades presenciais

COVID-19

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

BRASIL

Livraria do STF disponibiliza downloads gratuitos de obras

V Concurso Extrajudicial

TJ convoca candidatos para prova escrita e prática no dia 6 de fevereiro

Mais Lidas

FRONTEIRA

Ostentação levou polícia até professor que faturava alto para guardar drogas

REGIÃO

Trabalhador morre após sofrer descarga elétrica na BR-463

VIOLÊNCIA

Confronto entre policiais do SIG e bandido deixa foragido morto

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal