Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(67) 99659-5905
CASSEMS

‘Casal Grávido’ realiza roda de conversa com orientações sobre gestação

11 fevereiro 2020 - 11h10Por Da Redação

Aconteceu na manhã do último sábado, dia 08 de fevereiro, mais uma edição do “Casal Grávido”, em Campo Grande. Desde 2011, o programa de prevenção da Cassems proporciona atenção, esclarecimentos e instruções para casais de beneficiários sobre o desenvolvimento saudável do bebê desde o útero. Os cursos também buscam desmistificar falácias sobre a gestação e os primeiros cuidados por meio de palestras e aulas práticas com profissionais das áreas relacionadas à saúde do bebê e da mãe. Os interessados em participar do encontro devem ligar no telefone (67)3309-5351.

Para Ana Carolina Pinheiro, educadora física, é importante dialogar com os casais, mesmo em uma segunda gestação. “No ‘Casal Grávido’, temos profissionais de diversas áreas da saúde para tirar dúvidas e interagir com os pais. Então, as perguntas vão surgindo e novas situações aparecem. Sempre tem novidades no mercado, buscamos esse momento para deixar os pais mais tranquilos para receber o filho tão desejado”.

A beneficiária Luana Oliveira explica que as dúvidas a acompanharam desde o início da gestação, e o curso foi uma oportunidade para esclarecer. “Hoje, pude conversar com algumas médicas e ter algumas respostas sobre o processo do parto normal, que é o que pretendo fazer, e me ajudou a tirar o medo”.

De acordo com a médica Pediatra, Jheth Jeanne, o programa de prevenção oferece conforto para os pais, por meio da troca de informações. “Os pais podem tirar dúvidas da parte técnica da gestação e parto, além de experiências mais subjetivas e individuais. Desta forma, os pais podem tirar algumas inseguranças deste período”.

Mariane Cegatto, beneficiária da Cassems, vivencia a primeira gestação e afirma que aprendeu algumas noções que ainda não tinha. “Tudo o que aprendi com o curso foi interessante, pois as discussões dos profissionais foi sobre dúvidas que já tínhamos. A roda de conversa foi excelente, pois não tinha muitas ideias da prática, fiquei mais aliviada”.

Esposo de Mariane, Joilson Santos vestiu a barriga falsa e experimentou um pouco das vivências de sua esposa durante a gestação. “A roda de conversa é ótima, pois, às vezes não pensamos naquela dúvida, mas outras pessoas pensaram à respeito e compartilham conosco, ali. Colocar a barriga foi muito interessante, pois percebi um pouco da falta de mobilidade que as mulheres sentem durante a gestação”.

Para as dicas práticas, a enfermeira obstetra e doula, Simone Albuquerque, demonstrou a forma mais apropriada de dar banho e amamentar o bebê.  Sobre a amamentação, ela explica que, com uma rede de apoio, é possível fazer com que o processo seja mais confortável para a mãe e o bebê. “Amamentar não é romântico como retratam, tem as suas dificuldades, é dolorido, mas é satisfatório, pois cria um vínculo entre a mãe e o bebê. Se essa mulher tiver apoio da família, do marido e de profissionais da saúde, conseguimos resolver as questões referentes à amamentação, para que ela tenha sucesso”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Fifa adia início das eliminatórias sul-americanas para outubro
CAMPO GRANDE
Polícia encontra mais de 100kg de drogas em residência
CASSEMS
Veja quem pode e como realizar testes rápido e molecular para detecção de Covid-19
REGIÃO
PMA apreende petrechos ilegais de pesca no rio Miranda
BRASIL
Mourão: empresários pedem definição de metas para a Amazônia
LADÁRIO
Homem posta vídeo de manobras perigosas em caminhonete e é multado
ECONOMIA
Dólar fecha em queda nesta sexta em semana marcada por sobe e desce
CAMPO GRANDE
Corpo de homem com mãos e pés amarrados é encontrado em mata
MS-162
Mais de meia tonelada é apreendida em Dourados após perseguição
BRASIL
Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até setembro

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências