Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
POLÍTICA

Assomasul mobiliza prefeitos para encontro dia 3 de dezembro em Brasília

25 novembro 2019 - 22h20Por Da Redação

A Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) começou a mobilizar os prefeitos do Estado para mais uma mobilização nacional organizada pela  CNM (Confederação Nacional de Municípios), desta vez no próximo dia 3 de dezembro.

O presidente da entidade, Pedro Caravina, alerta os colegas de Mato Grosso do Sul sobre a necessidade de participação durante o ato municipalista em Brasília visando à obtenção de mais recursos para os municípios por meio da aprovação das matérias que tramitam no Congresso Nacional.

Caravina adiantou que várias matérias importantes estão em pauta como, por exemplo, a extinção de municípios, o aumento de 1% do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) de setembro, a inclusão de municípios na Reforma da Previdência, a execução direta de emendas, o ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) e a Nova Lei de Licitações.

“Quero conclamar aos prefeitos e prefeitas para participarem desse grande ato municipalista, uma vez que as grandes conquistas que nós tivemos foram graças a essas mobilizações. O Congresso tem pautas importantes para decidir, como o 1% do FPM, a Lei de Licitações que interfere diretamente nas gestões municipais e também a questão da extinção dos municípios”, acrescentou.

A ideia do Palácio do Planalto é extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes que tenham arrecadação própria menor que 10% da receita total.

A medida consta da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 188/2019, conhecida como PEC do Pacto Federativo, apresentada no início do mês.

A proposta ameaça de extinção de 1.252 municípios em todo o país, podendo atingir 5 em Mato Grosso do Sul – Figueirão, Jateí, Novo Horizonte do Sul, Rio Negro e Taquarussu.

A leitura que a CNM faz é que se for computada como arrecadação própria apenas as receitas com IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) e ISS (Imposto sobre Serviços), praticamente nenhum município com até 5 mil habitantes poderá continuar existindo.

Para a entidade, a Constituição deu a competência da arrecadação de impostos urbanos aos municípios, mas a maioria tem pequena área urbana.

“Vamos nos unir, participar desse importante movimento para pressionar nossos representantes na Câmara e no Senado em torno da aprovação de pautas prioritárias que tramitam no Congresso Nacional”,sugere o dirigente, aconselhando os colegas prefeitos a entrarem em contato com a bancada federal a fim de pedir apoio.

Integrante do Conselho Político da CNM, Caravina reforça a convocação feita pelo presidente da Confederação, Gladimir Aroldi, para que os gestores se inscrevam o quanto antes para participar da mobilização nacional.

Para ele, a participação dos gestores municipais será novamente decisiva para que a pauta municipalista avance no Congresso Nacional.

Mobilização nos Estados

As entidades municipalistas promovem, com o apoio da CNM, diversas mobilizações nos estados.

A ação integra todos os estados atingidos com a PEC do Pacto Federativo.

Na semana passada, o encontro ocorreu em São Paulo, no último dia 19. O Estado pode ter riscado do mapa 135 municípios  caso a PEC seja aprovada.

No dia 20, foi à vez do Paraná receber a mobilização. Goiás recebeu o evento no dia 22 de novembro.

Nesta segunda e terça, dias 25 e 26, a mobilização será no Rio Grande do Sul.

Nesta terça, Minas Gerais também recebe o evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Assessor jurídico de prefeitura da fronteira é executado a tiros
CAPITAN BADO
Assessor jurídico de prefeitura da fronteira é executado a tiros
BRASIL
Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos
SAÚDE
Programa estadual financia pesquisa com medicamentos anticâncer
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
SAÚDE & BEM - ESTAR
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
POLÍCIA
Dupla em motocicleta executa morador a tiros em bairro da Capital
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CAMPO GRANDE
Trabalhador morre após ser atropelado por máquina agrícola em fazenda
IMBRÓGLIO DIPLOMÁTICO
Eduardo Bolsonaro ataca a China em post; embaixada repudia
POLÍCIA
Defesa de assassino alega legítima defesa, família de vítima contesta
PORTO ALEGRE
Funcionária do Carrefour que filmou assassinato de João Alberto é presa

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia