quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
JUSTIÇA

Assistência técnica que não efetuou reparo deve indenizar cliente

26 outubro 2020 - 18h20Por Da Redação

Sentença proferida pela 15ª Vara Cível de Campo Grande julgou parcialmente procedente a ação movida por uma cliente de assistência técnica, determinando que a ré devolva o tablet da autora ou lhe entregue aparelho novo semelhante ao entregue para conserto, avaliado em R$ 429,00, bem como ao pagamento de R$ 5 mil de danos morais em virtude de não efetuar o reparo do aparelho.

Alega a autora que firmou contrato com a empresa ré em 4 de setembro de 2018 para o conserto de seu tablet e o orçamento foi repassado dois dias depois, no valor de R$ 180,00, convencionando o prazo de 5 a 10 dias para o início dos reparos, tendo em vista a necessidade de encomendar peças. Afirmou que, passados mais de 10 meses, o serviço não foi executado, nem o aparelho foi devolvido.

Pediu a condenação da ré à restituição do bem no estado em que se encontra, ou à entrega de um aparelho novo, da marca Samsung, de cor branca, no valor de mercado de R$ 429,00, ou, alternativamente, a condenação ao pagamento de indenização por danos materiais, no valor do bem. Pediu, ainda, a condenação ao pagamento de indenização por danos morais.

A ré, regularmente citada, não apresentou contestação, sendo decretada sua revelia no processo.

Diante da revelia da ré, o juiz Flávio Saad Peron impôs “a presunção de veracidade das alegações dos fatos constantes da petição inicial, nos termos do art. 344 do CPC, especialmente quanto à entrega de um tablet branco da marca Samsung à requerida, em 4/9/2018, para conserto, e a ausência de devolução do aparelho até o momento”.

Assim, o magistrado considerou que o tempo que o aparelho encontra-se junto à requerida para conserto é muito superior ao razoável, entendendo que o ato configura dano moral, “em razão do defeito na prestação de serviços da requerida (art. 14 do CDC), que permaneceu injustificadamente com o aparelho entregue para conserto, por período superior a um ano, o que excedeu os limites do razoável e do mero aborrecimento”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022
MEDIDA

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022
ECONOMIA

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia
MS

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia

ECONOMIA

AEB projeta queda das exportações e do superávit da balança em 2022

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação
RIO VERDE DE MT

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação

ACIDENTE

Homem morre e mulher fica ferida após caminhonete ser prensada entre caminhões na BR-158

IMUNIZAÇÃO

Covid-19: mais 1,4 milhão de doses da Janssen chegam hoje ao Brasil

RESERVA INDÍGENA

Polícia apura que jovem desaparecida em Dourados pode ter sido morta a facadas

CAPITAL

Jovem é atacado a facadas em casa e morre

MEDIDA

Aprovada PEC que cria a Polícia Penal em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas