Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Assalto e furto na madrugada na região do Indaiá

07 novembro 2004 - 10h13

O grande movimento de pessoas, em função da realização da última noite da Indareta, que lotou o Clube Indaiá, estimulou marginais a agirem na região. Por volta das duas horas desta madrugada, Luciano Bogado da Silva, de 18 anos, denunciou o assalto a mão armada que sofreu na esquina da rua José Roberto Teixeira com a avenida Indaiá, ficando sem o relógio de pulso. A Guarda Municipal foi acionada e o ajudou a encontrar Valdeir Pires Valdez, de 21 anos, morador no bairro Novo Horizonte, ao lado do clube, que estava armado com uma faca e levava o relógio roubado de Luciano. A Polícia também registrou o furto de uma moto Biz azul, ano 2004, placa HSK 3456, pertencente a Reginaldo Barbosa de Melo, de 34 anos, morador na vila Planalto, nas imediações do clube onde acontecia a festa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Jardineiro preso em aeroporto com maconha que iria para o Maranhão
POTÁVEL
Bolsonaro lança programa que levará água a escolas do Nordeste
Cinco são presos com produtos químicos que seriam levados para Bolívia
Cinco são presos com produtos químicos que seriam levados para Bolívia
UEMS
Últimos dias de inscrição para Especialização em Direito Difusos e Coletivos
PARANAÍBA
Dono de ferro velho é preso por receptação com 80 metros de trilhos
POLÍTICA
Câmara de Dourados aprova 22 projetos de lei em sessão ordinária 
BONITO
Polícia prende traficante e batedor com 380 quilos de maconha e skunk
TJ/MS
Provas do concurso para cartórios extrajudiciais serão realizadas no dia 22
Criança com crises convulsivas no Pantanal é socorrida por avião
NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid no Brasil fica abaixo de mil pelo 3º dia

Mais Lidas

SP
Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após sexo; polícia investiga
POLÍCIA
Jovem é agredida durante assalto em Dourados
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados
PANDEMIA
Jovem de 21 anos e sem comorbidades é vítima do coronavírus em MS