quinta, 19 de maio de 2022
Dourados
18°max
min
Campo Grande
17°max
min
Três Lagoas
21°max
min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
PARAGUAI

Acusado de matar jornalista na fronteira é suspeito de mandar executar promotor

13 maio 2022 - 17h35Por Da Redação

O brasileiro Waldemar Pereira, o “Cachorrão”, é um dos investigados pela Polícia Nacional do Paraguai suspeito pela morte do promotor de Justiça Marcello Pecci, 45 anos. O crime ocorreu na terça-feira, dia 10 de maio, na costa da Colômbia, onde passava lua de mel com a esposa. As informações são do site Campo Grande News

Cachorrão está preso sob acusação de ligação com o assassinato do jornalista Lourenço Veras, ocorrido em fevereiro de 2020 em Pedro Juan Caballero, na fronteira como Brasil através de Ponta Porã.

A cela onde dele foi vasculhada por investigadores paraguaios na quinta-feira (12/5) para apreensão de celulares e outros equipamentos eletrônicos que possam revelar pistas para desvendar a morte de Marcelo Pecci. 

Em 2020, o promotor liderou força-tarefa que investigou a morte de Léo Veras e apontou “Cachorrão” como responsável pela execução.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO

Agente penitenciário preso em operação contra o PCC é demitido

LEI SECA

Fux vota pela manutenção de multa a motorista que recusa bafômetro

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal
PONTA PORÃ

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal

BENEFÍCIO

Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400

TRÊS LAGOAS

Mulher tenta matar namorado após ele tentar terminar relação

UFGD

Mostra Radioteatro Experience acontece sábado em Dourados

CAMPO GRANDE

Madeireira é lacrada após denúncias de carga ilegal de madeira

ELEIÇÕES 2022

Após reunião, partidos da 3ª via adiam anúncio de candidato único

GERAL

Após denúncia Procon encontra alimentos vencidos em supermercado

ESTATAL DE ENERGIA

TCU autoriza venda da Eletrobras, a 1ª grande privatização de Bolsonaro

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO

Dupla é executada em pátio de posto de combustíveis

IDENTIFICADO E PRESO

Quarto envolvido em roubo de joalheria saiu de Dourados para dar apoio aos assaltantes

DOURADOS 

Jovens presos por tráfico vendiam drogas para público universitário

FRONTEIRA

Prefeito de Pedro Juan é alvo de atentado a tiros