Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
OVERLOAD 2

Ação contra esquema de R$ 200 milhões cumpre 3 mandados em MS

17 setembro 2020 - 22h35Por Da Redação

Equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) e da 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Ponta Porã cumpriram três mandados de busca e apreensão em Campo Grande e na fronteira em auxílio à Operação Overload 2, deflagrada pela Polícia Civil carioca em conjunto ao Gaeco do Rio de Janeiro.

Conforme o delegado Gustavo Ferraris, não houve materiais apreendidos, mas uma mulher de 33 anos, responsável por uma das casas alvo do cumprimento de mandado, no Jardim Leblon - região sudoeste de Campo Grande -, foi presa.

No local, os policiais flagraram o crime de furto de energia elétrica, o que também foi constatado por uma equipe da Energisa e pela perícia técnica. Assim, a mulher foi detida em flagrante pelos policiais da Denar.

Segundo o site Campo Grande News, todos os mandados de busca e apreensão cumpridos em Mato Grosso do Sul foram expedidos pela Justiça do Estado do Rio de Janeiro, onde o Comando Vermelho, alvo da ação, é a facção criminosa de maior atuação e domínio no crime organizado.

A Overload 2 levou policiais às ruas também de Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina para cumprir 28 mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a 12 denunciados por esquema da lavagem de dinheiro do tráfico de drogas.

Entre os principais alvos estão os líderes da organização conhecidos nacionalmente, Elias Pereira da Silva, o 'Elias Maluco', e Márcio Santos Nepomuceno, o 'Marcinho VP', ambos detidos no Presídio Federal de Catanduvas, interior do Paraná.

Esquema de R$ 200 milhões - A 1ª Vara Criminal Regional de Madureira (RJ) também determinou o bloqueio de contas bancárias. Além dos donos das contas emprestadas para 'legalizar' o dinheiro obtido com a venda de drogas, empresas estão na mira.

Conforme a polícia carioca divulgou em seu site, a força-tarefa, em pouco mais de um ano, identificou que dez pessoas físicas e 35 jurídicas movimentaram valor acima de R$ 200 milhões, com ordens que partiam de dentro de presídios.

Entre os denunciados, estão Gustavo Vieira de Oliveira e Danilo Flores da Silva, que receberam em suas contas bancárias depósitos de valores ligados ao Comando Vermelho. Liliane Laurinda Rocha e Liz Lelis Rocha, sócias das empresas Expoarte Fast Money e Liliz Brazilian Fast Money, também permitiam a utilização de contas pela facção.

Carolina Melissa Ribas da Costa e Maria Aparecida Campos de Oliveira, sócias da empresa Vest Tur Agência de Viagens, se enquadram na mesma situação, assim como Paulo Morinigo e Vitor Ivanovitch Costite, donos das empresas Paulo Morinigo ME e Vitor Ivanovitch ME.

A intenção da operação é desarticular financeiramente o Comando Vermelho, assim como foi realizado recentemente em Mato Grosso do Sul com o PCC (Primeiro Comando da Capital), maior facção criminosa do Brasil e com origem em São Paulo (SP).

Em uma semana, a facção foi alvo de três operações no Estado, sem contar outras ações pontuais realizadas para desarticular o crime organizado. As atividades compreendem tanto policiais sul-mato-grossenses como agentes de outros estados, assim como a central de comando. A PF (Polícia Federal) também realizou ações contra o PCC.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Mídia Ciência relata a história da extração de diamantes em Rochedo
TRÁFICO DE DROGAS
Traficante abandona veículo às margens da rodovia com mais de meia tonelada de maconha
PREVISÃO
Inmet emite alerta e solicita atenção redobrada em barragens de MG
TRÊS LAGOAS
Na companhia dos amigos, jovem morre afogado ao tentar atravessar lago
PANDEMIA
MS tem mais de 4 mil exames sem encerramento em plataforma
LIVE
Som da Concha traz diversidade de shows neste final de semana
BR-419
Arrendatária e capataz de fazenda são autuados por incêndio em galhadas de árvores
COMUNICAÇÃO
Publicadas regras de flexibilização do programa A Voz do Brasil
SEBRAE
Em MS, 1.000 empresas serão selecionadas para acompanhamento individual gratuito
ECONOMIA
Governo federal coloca à venda 53 imóveis em todo o país

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS