Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
PARQUE

Ação conjunta vai resgatar animais silvestres na área atingida pelos incêndios

24 setembro 2020 - 20h50Por Da Redação

O atendimento aos animais silvestres afetados pelos incêndios que atingem o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e região ganhou um reforço nesta quinta-feira, dia 24 de setembro. Equipe técnica composta por 20 pessoas foram à região de Alcinópolis e Costa Rica para resgatar e prestar assistência aos animais.

A ação é realizada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS), Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul e Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD).

Profissionais voluntários do GRAD chegaram hoje a Campo Grande e foram recepcionados pelo secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna, e o presidente do CRMV/MS, Rodrigo Piva. A equipe vai se unir a profissionais de MS e permanecer por até dez dias no Parque, que teve 50% de sua área afetada pelos incêndios florestais.

“O Governo do Estado está comprometido em acabar com os incêndios e salvar os animais atingidos, por meio de uma união de esforços que inclui os órgãos do Governo, as ONGs e os voluntários. Desde o início dos incêndios enfrentamos a situação com responsabilidade e tentando minimizar os impactos ambientais, e esta é mais uma ação”, afirma o secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna.

Segundo o médico veterinário Aldair Junior, de Minas Gerais, participam da ação em Mato Grosso do Sul 12 pessoas oriundas dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, que compõem o Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD). “Vão comigo outros médicos veterinários, bombeiros e estudantes que possuem experiência em resgate de animais vítimas de desastre”.

“Como o CRMV/MS tem recebido inúmeras demandas para atender as necessidades de apoio técnico e de mediação de mão de obra qualificada para fazer frente às vítimas dos desastres ambientais decorrentes da baixa umidade associada a incêndios ocorridos em polos ambientais estratégicos, decidimos começar a atuar na região do Parque Estadual do Taquari”, afirma o presidente do CRMV-MS, Rodrigo Piva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Mulheres são condenadas a 20 anos por execução em "tribunal do crime"
POLÍTICA
Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel
CAPITAL
Foragido da Justiça por homicídio é preso com pistola semi-automática
SELEÇÃO
UEMS e IMASUL publicam Edital para processo seletivo de bolsistas
TRÁFICO
Boliviana presa em MS despachando cocaína é expulsa do Brasil
GERAL
Fazenda informa instabilidade no pagamento do IPVA em outubro
Família Mazzaropi vendeu há 86 dias, helicóptero que caiu na fronteira
BLOGUEIRO
Moraes ordena prisão e extradição de Allan dos Santos, que está nos EUA
CAPITAL
Guarda prende "Homem-Aranha" por furto de fios em frente a shopping
DEBANDADA
Secretários de Guedes pedem demissão após tentativa de driblar teto

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
JARDIM MÁRCIA
Bêbado colide carro contra muro e acidente deixa três feridos em Dourados