Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
TRAGÉDIA

Vítima de acidente em Três Lagoas era professora de escola estadual

21 maio 2020 - 15h35Por Da Redação

Nilda Torales Ferreira, 33, professora da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul estava conduzindo o veículo que acabou colidindo de frente com uma carreta de transporte de cana-de-açúcar. As informações são do site Rádio Caçula. 

O acidente aconteceu na BR-262 durante a manhã desta quinta-feira (21) em Três Lagoas (MS). Os corpos chegaram a ficar mais de seis horas presos entre as ferragens. 

Nilda estava acompanhada pelos dois filhos, que também faleceram no local. O nome e a idade das crianças não foram divulgados.

A professora é natural de Porto Murtinho, mas atuava em escola de Três Lagoas, onde residia há alguns anos.

Os bombeiros receberam os primeiros chamados por volta das 6h40 e deslocaram equipe para atender ocorrência grave na BR-262, a cerca de 3 km do Auto Posto Garcia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pai recebe vídeo de bebê sendo forçado a beber pimenta e denuncia
INFLUENZA
Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
SAÚDE
Cartilha na língua terena informa sobre cuidados com a Covid-19
PAGAMENTO
Salário dos servidores estaduais estará dispinívels no dia 05 de junho
TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
TRÁFICO
Polícia apreende 743 quilos de maconha que seguiria para a Capital
RECURSOS
Estado repassa R$ 6 milhões para auxiliar ações na saúde de Dourados
ECONOMIA
Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia
DOURADOS
Bancários empossam nova diretoria no domingo

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown