Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Turistas são presos e multados por fuga com 55 kg de pescado ilegal

14 setembro 2017 - 09h56

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prenderam cinco pescadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou um veículo GM/S-10 na tarde desta quarta-feira, dia 13 de setembro, durante fiscalização no município, na rodovia que liga a cidade de Aquidauana à Universidade Estadual (UEMS) e, dentro de uma caixa isotérmica que estava no veículo, foram encontrados 52 quilos de pescado, havendo vários exemplares de peixes, que os pescadores haviam capturado, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida pela legislação.

Os pescadores, dois funcionários públicos e dois aposentados, respectivamente de 49, 53, 56 e 68 anos, residentes em Botucatu, no interior de São Paulo afirmaram ter capturado os peixes no rio Aquidauana. O pescado e o veículo foram apreendidos. Os pescadores tentavam desviar do posto de fiscalização da PMA localizado na BR 262.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 2.040,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Outra equipe, do Grupamento da PMA do Taquarussu, na BR 262, no município de Anastácio, prendeu no mesmo horário, um turista mineiro pelo mesmo motivo. O infrator, um produtor rural de 34 anos, residente em Gotardo, Minas Gerais estava em um ônibus com um grupo de turistas, que votava de uma pescaria no rio Miranda, na região do Passo da Lontra, e levava dois peixes da espécie pacu, pesando 3 kg, ambos abaixo da medida permitida pela legislação. O pescado foi apreendido.

O pescador foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Anastácio onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de uma a três anos de detenção. Os infratores também foram atuados administrativamente e foram multados em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até setembro
MEIO AMBIENTE
Dourados terá novo viveiro com capacidade para pelo menos 5 mil mudas
DOURADOS
Adolescente é flagrado com porção de maconha e pé do entorpecente em casa
POLÍTICA
Bolsonaro nomeia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação
IMUNIZAÇÃO
Mato Grosso do Sul atinge meta e vacina 90,78% do público-alvo contra Influenza
PANDEMIA
Homem que estava internado em Dourados morre por covid-19
MERCADO IMOBILIÁRIO
3 táticas para atrair clientes no mercado imobiliário
DOURADOS
Full House Band movimenta fim de semana com live sertaneja "solidária"
POLÍTICA
Apoiadores do Bolsonaro espalham outdoors por Dourados e pedem respeito a democracia
ENTRETENIMENTO
8 séries na Netflix para os apaixonados por arquitetura

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências